• Luciana Cury

Governo estadual intensifica ações para coibir novos ataques


Policiais permanecerão em alerta durante todo o final de semana e na semana seguinte nas ruas da Capital e da Baixada Cuiabana.


Para reforçar as medidas de contenção à novos ataques e acalmar a população depois das ações criminosas desta sexta-feira (10.06), ocorridas na região metropol

itana de Cuiabá e em Primavera do Leste, o Governo do Estado anunciou no final da manhã deste sábado que as forças de Segurança permanecerão em alerta durante todo o final de semana e na semana seguinte nas ruas da Capital e da Baixada Cuiabana.


Em reunião no Palácio Paiaguás com os comandantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, representantes do Judiciário e dos secretários de Estado da Segurança Pública (Sesp), Rogers Jarbas, e de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Márcio Dorileo, o governador Pedro Taques determinou empenho total no enfrentamento aos ataques comandados de dentro da Penitenciária Central do Estado.


“Não é a primeira vez que Mato Grosso passa por isso. Em 2014 houve cenário semelhante e por isso as forças de segurança possuem expertises nesse tipo de ação. Temos acompanhado continuamente as ações em todo Estado, e por agirmos rápido nas primeiras horas colocamos 100 viaturas na região metropolitana e de prender dez suspeitos desses ataques”, explicou o secretário Rogers Jarbas. Rotineiramente são colocadas nas ruas de Cuiabá e Várzea Grande entre 35 a 40 viaturas. “Portanto 100 viaturas nas ruas é um número alto, para justamente coibir qualquer tentativa de ataque criminoso”, reforçou Jarbas.


Todo o acompanhamento das ações de segurança está sendo monitorado pela Sala de Comando e Controle’, instalada na Secretaria de Estado Segurança Pública (Sesp). Policiais civis e militares que estavam de folga e os que estavam no final do turno foram convocados para permanecer em atuação. Os militares que integram o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e o Batalhão de Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) também foram convocados para realizar rondas ostensivas nas ruas. “Desde ontem estamos com força total nas guarnições, e em razão desse aumento de efetivo flagramos duas pessoas que estavam com galões de gasolina em Várzea Grande, com a intenção de incendiar mais ônibus”, apontou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Gley Alves.


Além do aumento de viaturas e de efetivo, dois helicópteros do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) realizaram rondas noturnas nos bairros da Capital e vizinha Várzea Grande. E devido ao reforço concentrado do policiamento das ruas, o secretário de Segurança Pública pediu que as empresas do transporte coletivo não alterem os horários de funcionamento dos ônibus.


Visitas nos presídios


A segurança no sistema prisional foi redobrada e segundo o secretário de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Márcio Dorileo, o grande desafio nas próximas horas, para retomar o direito as visitas de familiares nas penitenciárias de Mato Grosso, será concretizar a decisão judicial de restabelecimento das demais atividades essenciais que já foram determinadas. O Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinou que os agentes penitenciários mantivessem 70% do efetivo durante a greve, iniciada no dia 26 de maio, e declarou ilegalidade do movimento. O desembargador Rondon Bassil Dower Filho determinou ainda o retorno imediato ao trabalho sob pena de multa de R$ 7 mil por hora de descumprimento.


“Confiamos no bom senso e na razoabilidade do cumprimento da decisão judicial pra que essas visitas sejam asseguradas amplamente a todos a partir de agora”, disse o secretário da Sejudh.


Novas viaturas


Para por fim à greve do sistema prisional, além de propor o pagamento de 6% do Reajuste Geral Anual (RGA), divididos em três parcelas de 2% (setembro de 2016, janeiro e abril de 2017), e pagamento do resíduo retroativo nos meses de maio, junho e julho de 2017, o Governo do Estado adquiriu 15 novas caminhonetes para uso dos agentes penitenciários. A aquisição desses novos veículos era um dos pontos solicitados pelos grevistas. A previsão é de que na próxima sexta-feira (17.06) as caminhonetes, que serão adesivadas e receberam sinalização especial, sejam entregues.


Por: Luciana Cury

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/3