• A Folha do Vale - Jornal e Site

Inspiração: Um ato de generosidade pode transformar o mundo


Eu sei que a notícia pode ser velha, sei também que muitos de vocês já devem ter visto, mais nunca é tarde para se compartilhar um ato de amor ao próximo, coisa que infelizmente não vemos com tanta facilidade nos dias de hoje. O que era pra ser uma atitude pessoal ganhou o mundo a algumas semanas a trás, graças a uma turista do Arizona que registrou com a câmera do seu celular e postou no Facebook. Estranho mundo esse em que vivemos hoje em dia, o que era pra ser uma atitude corriqueira no nosso dia a dia, causou espanto e admiração.

Tudo começou quando um policial de Nova York, Larry DePrimo de 25 anos, fazia sua ronda normal pela 7ª Avenida na altura da Rua 44. DePrimo, observou sentado numa calçada um morador de rua que tremia de frio, sem ter com o que se cobrir e descalço o homem tentava se aquecer mantendo-se encolhido.

Diante da cena, o policial se aproximou olhou, deu meia volta, entrou em uma loja e com o seu próprio dinheiro, comprou um par de meias e botas de inverno, gastou ao todo 75 dólares. De volta à presença do morador de rua, DePrimo, lhe entregou as meias e as botas. O homem, segundo o policial, deu um sorriso de orelha a orelha e disse: 'Eu nunca tive um par de sapatos em toda a minha vida.'

No entanto, o gesto não terminou por aí. Percebendo que o morador de rua tinha dificuldades em se mover, o policial se agachou, colocou as meias e as botas, amarrou os cadarços e perguntou: 'Ficou bom?'

A resposta foram dois olhos felizes lacrimejados e um novo sorriso. Ao se despedir, DePrimo perguntou se o homem queria um copo de café e algo para comer. 'Ele me olhou e cortesmente declinou a oferta, disse que eu já havia feito muito por ele.'

Aqui deveria ser o fim da história,mas não foi. Jennifer Foster, autora da foto, foi para casa, abriu seu computador e postou em sua página a foto e escreveu o seguinte texto, dirigido ao Departamento de Polícia de Nova York:

"Hoje me deparei com a seguinte situação. Caminhava pela cidade e ví um homem sentado na rua com frio, sem cobertor e descalço. Aproximei-me e justamente quando ia falar com ele, surgiu por trás de mim um policial de seu departamento. O policial disse: 'Tenho botas tamanho 12 para você e umas meias. As botas servem para todo tipo de clima. Vamos colocar?'

Afastei-me e fiquei só observando. O policial se abaixou, calçou as meias no homem, as botas e ainda amarrou seus cadarços. Falou alguma coisa a mais que eu não entendi, se levantou e falou: 'Cuide-se!'

Ele foi discreto, não fez aquilo para chamar a atenção, não esperou reconhecimento, apenas foi lá e fez. Se foi sem perceber que eu o olhava e que havia fotografado a cena. Pena, me faltou coragem para me aproximar, lhe estender a mão e dizer obrigada por me fazer crer que a polícia que sonho, é possível.

Bem, digam a ele isso por mim. Jennifer Foster"

Histórias da vida real.

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg