• A Folha do Vale - Jornal e Site

Liceu Cuiabano comemora 135 anos com legado histórico e educacional


Atualmente a escola é responsável pela formação de 500 alunos por ano.

Os largos corredores da Escola Estadual Liceu Cuiabano, no topo da Avenida Getúlio Vargas, na capital, guardam 135 anos – completados no sábado (03.12) – de história e tradição. Para comemorar a data, a comunidade escolar se reuniu para “abraçar” a escola.


Alceu Trentin, que há 23 anos atua como educador na instituição e atualmente responde como diretor, lembrou o quanto é gratificante ver alunos e ex-alunos reunidos para comemorar a data. “Isso mostra a importância que a escola tem em suas formações, criando esse laço com a comunidade escolar”.


Segundo o educador, o Liceu é um colégio que atende cerca de 1.600 alunos em Cuiabá e sua importância para a formação dos cuiabanos e cuiabanas é indispensável. “Formamos uma média de 500 alunos por ano, que é parte considerável da sociedade, que chega apta ao mercado de trabalho”.


O diretor ressalta que por ser uma referência para muitas escolas, o Liceu carrega um peso que vai além da tradição. “A gente precisa prezar pela qualidade do ensino, diante do valor histórico. Prestamos um serviço muito grande para a população e a sociedade entende isso, temos um retorno”.

As ex-alunas Raissa Garcia, Kécia Ferreira, Altamara Vital, Pâmela Lemes e Luiza Helena, chegaram juntas para a comemoração. Elas se formaram em 2009 e sete anos depois, voltaram para comemorar a amizade conquistada nas salas do Liceu.


Segundo Luiza Helena, essa foi à oportunidade que as amigas encontraram para rever os professores e passar um tempo juntas dentro do ambiente escolar. “Nunca mais tínhamos ficado juntas dentro do colégio e essa foi nossa oportunidade para relembrar cada pedaço do Liceu”.


E assim fizeram: elas andaram por todo o pátio, foram até a cantina, sentaram embaixo da árvore e deram muitas risadas. “Foi aqui o começo da nossa amizade, a gente leva junto um grupo enorme, que faz parte da nossa história”, afirmou Kécia.


Joyce Godoy é aluna do 1º ano do Ensino Médio e antes mesmo de começar a estudar no Liceu, já sentia o peso da escola. “É meu primeiro ano aqui e sempre ouvia falar coisas boas do colégio, como o fato dele ser um dos melhores colégios públicos do Estado. De fato, estou concordando com isso”.


A estudante começa sua rotina na parte da manhã. De tarde, costuma se aventurar nas aulas de teatro e futsal. “O colégio dá essas opções aos estudantes, o que é ótimo. A inclusão também é um marco, hoje temos colegas com deficiência auditiva e professores de libras, o que nos permite interagir com eles”.


“Paixão intensa”


Servidora da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT), Suleima Moraes, é ex-aluna e ex-professora do Liceu Cuiabano, instituição pela qual ela nutre uma paixão intensa.


“Tive uma vida intensa aqui. Estudei, depois cursei letras e voltei como professora, com uma emoção muito grande de dar aula nas salas que eu estudei, encontrar meus ex-professores e ser colega deles”, lembrou.


Segundo ela, o envolvimento com o Liceu é muito grande. “Tenho história de vida e de educação aqui dentro, fico muito feliz por estar aqui hoje sob outra ótica, atuando dentro da Seduc”.


Professora de língua portuguesa, que trabalhava com a produção de textos, Suleima conta que tinha fama de boa e má. “Eu me envolvia nos projetos, queria meus alunos escrevendo cada vez mais e melhor”.


A professora aproveitou para contar para os alunos um pouco da sua experiência na escola e ainda participou de toda a programação do dia de comemoração, que foi finalizada na noite, com um desfile afro.

História

A Escola Estadual Liceu Cuiabano Maria de Arruda Muller foi criada em 3 de dezembro de 1879 para atender a elite cuiabana. Seu primeiro prédio foi na Praça Ipiranga, onde funciona o Ganha Tempo, passando para o Palácio da Instrução e pelo prédio dos Correios, no Centro.


Só ganhou uma sede própria em 1944, um prédio que ocupa um quarteirão no bairro Quilombo. No quadro de ex-professores estão Isaac Póvoas, Cesário Neto, Nilo Póvoas e outras personalidades da história de Cuiabá.


Em 1998, passou a ser conhecida como Escola Estadual de I e II Graus Liceu Cuiabano “Maria de Arruda Muller”, homenagem dada para a professora e esposa de Júlio Muller.













Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg