• A Folha do Vale - Jornal e Site

Imagem mostra policiais sendo recebidos a tiros em garimpo em MT


É de extrema tensão o clima na Serra da Caldeirão, em Pontes e Lacerda. Um grupo de invasores que retornou ao local, desapropriado pela Justiça em 2015, está enfrentando policiais militares e civis que buscam retomar a normalidade na região. Imagens divulgadas nos aplicativos de celulares mostram policiais sendo recebidos a tiros pelos criminosos. Em um vídeo, é possível ouvir diversos disparos de arma de fogo. Em determinado momento, os policiais ficam acuados e recuam. Nesta terça-feira, a Secretaria de Segurança Pública afirmou que irá acionar a Força de Segurança Nacional para auxiliar na retirada dos invasores do local. Porém, vão cobrar a manutenção dos agentes no local, pois essa foi a terceira vez que a Serra do Caldeirão é tomada por garimpeiros. Nesta terceira invasão a Serra da Borda, cerca de 50 homens entraram no local no dia 30 de dezembro. Eles expulsaram os seguranças da mineradora que tem a anuência do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) que realiza estudos sobre a produção de ouro na serra. Policiais foram recebidos a tiros quando foram tirar os seguranças da área. Sob chuva de tiros, os PMs conseguiram sair da serra com os seguranças da mineradora e ninguém foi ferido.

Só que desta vez, o perfil de quem esta explorando ouro ilegalmente é outro. “É um verdadeiro intercâmbio criminoso. Um cara conhecido como Junão, preso por garimpo ilegal em Cáceres está arregimentando pessoas do Novo Cangaço. Eles estão fortemente armados. Estamos lidando com gente violenta. Há informações de que eles juraram policiais de morte e ofereceram a cabeça como troféu”, disse o delegado de Pontes e Lacerda, Gilson Silveira. Os bandidos têm usado táticas de guerrilha para agir e há informações de que estejam armados com fuzis semiautomático 762 e estão em busca de uma metralhadora calibre.50 para atirar contra blindados e helicópteros. “Temos informações de que há integrantes de facções criminosas, estão encapuzados. Não são simples garimpeiros, ou pedreiros, gente simples que entraram na serra antes. É um fator novo pela violência explícita”.

Por: Folha Max

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque