• A Folha do Vale - Jornal e Site

Educação Financeira, para Adultos, jovens e crianças

Dinheiro. Todos precisam, no entanto será que sabemos de fato lidar com ele? Muitos o rotulam como ‘mau’ outros como ‘bom’... uns mal o recebem e ‘se livram’ dele. Outros pensam em meios de conquista-lo para ‘poder sobreviver’. E como nossa sociedade é pautada no sistema capitalista, o capital financeiro possibilita a realização de muitas ações(a depender da sabedoria daquele(a) que o utiliza, por isto trazemos aqui algumas dicas conferida por personalidades históricas que se dedicaram a produzir conteúdos voltados à orientação àqueles que desejam prosperar financeiramente, para que sejam e façam a diferença no ambiente onde se encontram:

Objetivo Financeiro:

Já parou para pensar em quanto de recurso financeiro você deseja receber para si ou para sua empresa?... quando pretende atingir o objetivo? O que fará de diferente para conseguir isto e o porquê é importante que o faça?

Mentalidade Próspera

Sobre a atividade Profissional

Como você se sente em relação ao trabalho que executa ou serviço que presta? É uma fonte de satisfação? Consegue perceber os benefícios que seus serviços e/ou produtos proporcionam aos outros? ou ao que você contribui ao executar o seu trabalho? - Afinal de contas o ‘trabalho’ ocupa uma parcela considerável de nossas vidas.

E é através do trabalho/ serviço e resultados que prestados aos outros que resultam no grau de prosperidade financeira financeira de cada indivíduo, somado à ‘precisão’, à ‘gratidão’, doação e generosidade, pois tudo o que é vivenciado (internamente) que cria os resultados que obtemos. Ansiedade gerará ansiedade. Gratidão gera gratidão.

Atitudes geram resultados: * Se você sente-se ‘apurado(a)’ ou descontente com o trabalho que realiza e deseja que isso cesse, pode ter certeza que cessará, pois assim você o quer... e isto afeta profissionais, empresas e organizações e consequentemente o desenvolvimento do município e de nossa nação.

O quanto suas atitudes inspiram, enobrecem a si e aquele que estão ao seu entorno? Se você deseja ‘ganhar mais’ é primordial que você doe e se doe mais. A generosidade e a gratidão são as chaves da prosperidade, em todos os sentidos: relacionamentos/ amizades, financeiro/ profissional.

Quando se paga, por algum serviço/ produto/ imposto, e, reconhece ao que você contribui, você está sendo consciente, da importância do compromisso social. Lembre-se: se um cresce… todos, direta e indiretamente se beneficiam. O município se fortalece, quando há compromisso social, por parte de cada indivíduo.

Gratidão… pelo trabalho/serviço que presta, pela sociedade, por tudo o que usufrui, pelo fato de ter acordado hoje, ter tido o que vestir e o que comer- te torna um ser privilegiado(a), gratidão dissolve ansiedade, revolta, e proporciona cura e prosperidade.

Antes de profissionais … somos pessoas em busca de realização, para sermos melhores seres humanos e fazermos algo que valha nosso tempo… nossa existência. Vieses da vida nos convidam a avaliarmos o que somos e o que de fato importa e nos desperta para aquilo que nos compete ser/fazer. O que você faz reflete sua alma ou é um desperdício de vida? Pense. Crenças de Merecimento

Acreditar que merece o melhor é o ponto chave para uma mudança de vida: física, financeira, mental, espiritual e social.

Você acredita que merece o melhor? A resposta para isto advém de uma breve análise: Olhe bem para si e para vosso entorno e analise as escolhas que vem fazendo… Você tem aquilo que almeja? Está buscando meios para superar-se e conquistar o que deseja? O que você é, faz e possui lhe agrada?

O que você utiliza...a forma como se veste é da forma que se apresentaria diante alguém “importante” e que admira? Reconhecer onde está e ser grato por perceber isto é uma chave, mas se as respostas às perguntas forem negativas, é válido lembrar-lhe que a pessoa mais importante do mundo neste exato momento é ‘você’... é a tua companhia constante, que te ‘viu’ crescer’, que te acompanha a cada passo, mesmo antes de nascer, é o'que te cura, acalenta e que acompanha quando ‘deixarmos de ser’.

Quando alguém lhe presta um favor, ou alguém querido lhe presenteia, de alguma forma você fica compelido à retribuir ou mesmo negar-se a aceitar? Esta atitude pode advir da crença do ‘desmerecimento’... Só você poderá saber se é isso ou não, de acordo com os pensamentos e sentimentos que você cultiva.

Crenças sobre dinheiro

O dinheiro é neutro. É o que cada indivíduo faz com ele que realmente importa. É a manifestação física do reconhecimento ao trabalho de outro ser humano. É o que permite o desenvolvimento de projeto, de ações, contribui para manutenção do bem estar, saúde de forma direta e indireta. Com ele pode-se ajudar aos outros de forma proporcional. Ou seja, como aplicamos que realmente importa.

*O que se pensa em relação às pessoas que usufruem de prosperidade financeira determina também seu grau de prosperidade. Se você se gratifica (sente-se bem) com a prosperidade alheia, está no caminho certo.

*Se cobiça, inveja ou amaldiçoa a prosperidade alheia, enquanto cultivar esta atitude, jamais será próspero(a), pois no fundo sente medo/receio que outros sintam o mesmo se você prosperar, estão comece a analisar tudo o que pode ser feito de bom no uso e na aplicação correta do ‘dinheiro’, bem-diga o trabalho e as pessoas que manifestam para si a prosperidade e que de alguma forma contribuem ao desenvolvimento da humanidade.

Educação Financeira

A maioria das pessoas parece ter medo do ‘dinheiro’… por isso muitos preferem ficar sem. Para verificar se você possui ou fão fobia do dinheiro, analise suas decisões em relação a ele: *O que você faz assim que recebe dinheiro?... Recebe-o de forma escondida como se fosse algo ‘errado’?, guarda-o de qualquer forma ou mal o pega e passa adiante? Pois é… estas são algumas atitudes que evidenciam o ‘medo de se ter ou estar com dinheiro’...

*Para eliminar o sentimento de falta ou necessidade algumas atitudes são fundamentais, ao se receber dinheiro e também ao repassá-lo à outros (pelo serviço/produto que lhe prestam - deixando fluir o circulo da prosperidade e abundância).

Procure segurar contigo o provento que recebe, por pelo menos 24h. Reserve para si (10% de tudo o que recebe), antes de pagar qualquer pessoa.

Tenha Educação Financeira:

De seus rendimentos pessoais, habitue-se a ‘separar’ seus provendo para finalidades definidas, da seguinte forma:

A) (10% Dízimo Pessoal): Reserve, para si, 10% de todo dinheiro que você recebe! Isto lhe confere Liberdade Financeira.

B) (25% Casa): O recurso desta conta deve ser destinado ao pagamento de serviços/produtos, tais como a água, energia, telefone, internet, aluguel, gás, reforma.

C) (20% Roupas) - Este recurso serve para aquisição de roupas, calçados, acessórios e produtos pessoais

D) (10% Patrimônio Pessoal) - Para realização de investimento em ativos que lhe gerem Renda Passiva, ou para adquirir algo específico (Imóvel, carro, notebook, abertura de um negócio próprio), você que escolhe - Mas é importante que o que você adquirir aqui contribua para que você possa gerar mais riqueza para sua vida e àqueles ao seu entorno.

E) (10% Alimentação) - Não coma, Alimente-se! Adequadamente. Reserve 10% da sua renda para seu ‘Café, Lanche, Almoço e Janta. Se você tem uma renda de R$ 2.000,00 R$ 200,00 poderão ser utilizados para esta ‘finalidade’, se tua alimentação requer mais do que 10% de seu rendimento, é bom reavaliar-se....

F) (10% - Doação “Presentes & Caridade”) - A Generosidade e caridade são as faces da Prosperidade. A Generosidade você pratica quando compra algo para alguém que você sabe que “não precisaria” necessariamente que você comprasse pois ela por si só poderia ter comprado. Já a Caridade é o ato de comprar ou fazer algo, com este dinheiro, para alguém que você julga que não possui de recursos para fazê-lo: pode ser doar à alguma instituição de ensino, casa de apoio, grupos sociais que se dedicam à prestar apoio à pessoas carentes/ necessitadas.

G) (10% Educação) - Deste recurso reserve para aquisição de materiais para estudo, CDs, Livros, Ingressos para palestras, apostilas...

H) (5% - Diversão) - Você gosta de música? Muitas pessoas tiveram de trabalhar para que ela chegasse ‘até você’, logo é essencial que você pague pela diversão que usufrui… o mesmo vale, para brinquedos, jogos, filme (Locadora/ cinema), gibis, ou eventos culturais do seu município (Festivais, exposições, alguma viagem específica)....

Por Elizangela Trindade

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg