• Genilson Dall Angól

Poder legislativo está atento a Ações da JBS em Brasnorte


O presidente do Legislativo, vereador Roberto Preto (PMDB), participou na quarta-feira (12), de uma Audiência de Conciliação no Fórum da Comarca de Brasnorte onde estavam presentes Representante da JBS s/a, Marcelo Zanatta Estevam, prefeito municipal Mauro Rui Heisler, e presidente da Associação Comercial e Industrial de Brasnorte (ACIB) Ismael da Silva Junior, para ouvir e entender a versão do órgão sobre a questão do não cumprimento do Termo de Ajusta e Conduta (TAC) o qual previa a abertura da unidade JBS no município.


Segundo representante da empresa, Marcelo Zanatta, o grupo teve uma série de variáveis as quais impossibilitaram o comprimento deste TAC e supostamente o não acontecimento da unidade, segundo ele, a necessidade de ajustar as variáveis relacionadas à atividade comercial sendo, oferta de matéria prima, questões regulatórias como a liberação do SIF e também a demanda no mercado. De acordo com as afirmações registradas, o representante da JBS afirmou que eles querem terminar a obra, investir o necessário colocando abate de 500 cabeças ao dia para poder mensurar o número de animais disponíveis, ressaltando ainda uma série de variáveis que impedem a afixação de um prazo definido.

Para o prefeito municipal, Mauro Rui Heisler, a abertura da empresa é de suma importância para a população, pois com ela novos empregos, renda para o município e uma oportunidade a mais para Brasnorte se destacar, “pois sabemos que temos uma grande excelência na carne, em nosso município os produtores são exigentes quando se trata de raça, e tenho certeza de que nossa matéria prima terá grande destaque suprindo a necessidade da unidade JBS em Brasnorte” afirmou.


Para o presidente da Câmara, a abertura desta unidade é um anseio de toda população bem como dos produtores que terão disponível mais uma opção na hora da venda de seu rebanho, além da importância na arrecadação municipal, “precisamos urgentemente que medidas sejam tomadas, pois não podemos ter uma estrutura tão grandiosa como aquela em nosso município e permanecer de portas fechadas”, ressaltou.

. Pelo representante da JBS foi ofertada a proposta de firmarem o compromisso de abrirem a unidade em Brasnorte até março de 2020 ou pagarem ao município de Brasnorte o valor equivalente ao da área do Frigorífico, para que o município invista diretamente na geração de empregos para a comunidade. Pelo prefeito municipal foi recusada a proposta de indenização por ser, na visão dele, inviável.

Foi então requisitado pelo promotor de justiça Dr. João Marcos de Paula Alves o deferimento do prazo de 60 (sessenta) dias para expedir ofícios ao sindicato Rural e ao INDEA para que prestem informações relacionadas ao rebanho do município, também sobre o que foi disponibilizado para abate nos últimos 03 anos tanto dentro quanto fora do Estado de Mato Grosso.

Agora cabe a população mais uma vez aguardar os prazos serem cumpridos e a apresentação de novas intenções por escrito.



Por: Genilson Dall Agnól

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque