• Elizandra Trindade

Vice-governador Carlos Fávaro anuncia ações para a região do Vale do Arinos


Recentemente o vice-governador, Carlos Fávaro, iniciou uma caravana de expedição, acompanhado do secretário estadual de infraestrutura, Marcelo Duarte, deputados, engenheiros, entre outras lideranças políticas e produtores da região. Inicialmente passou pelo município de Campo Novo do Parecis, seguido por Brasnorte, Juara e finalizando em Alta Floresta, o objetivo desta iniciativa é iniciar ações de asfaltamento na região, fiscalizar o andamento de obras e construir pontes de concreto, melhorando a logística e favorecendo o desenvolvimento econômico. Na noite do dia 10 de abril o vice-governador comentou sobre o motivo de sua visita ao município de Juara, e narrou as ações que serão finalizadas e iniciadas na região do Vale do Arinos.


“Saímos numa caravana do governo do estado, fiscalizando obras, o andamento de recuperação de rodovias, implementação de rodovias, mas, também verificando a possibilidade de alguns incrementos nessas obras, dizer que essa região está vivendo um novo momento de transformação, veja que temos a oportunidade de ligar a BR-163, quer seja de Lucas do Rio Verde até aqui em Juara, de Sinop também pela MT-220, inicio das obras de Tabaporã até Novo Paraná, que vamos lançar o chamamento da ordem de serviço, então é uma oportunidade de ligarmos dois pontos da BR-163 até a BR-364, passando aqui por Juara, é interligação histórica desta região, mas, não vamos deixar de olhar um grande desejo da região que á e ligação com Alta Floresta, por isso verificamos in loco o andamento e a possibilidade de dar alguma ordem de serviço, mas, com a garantia que o governo lança imediatamente os projetos dessa ligação de Alta Floresta a Juara, fazendo desse município um centro de desenvolvimento do estado de mato grosso”.


Na coletiva de imprensa, foi questionado sobre a ponte do Rio do Sangue, e o trecho que ainda precisa ser asfaltado, rodovia 220 e 235 com relação a isso o vice-governador comentou que “esses dois encabeçamentos não tinham contrato, estamos readequando os contratos das empresas que estão recuperando essa rodovia, quer seja a Zopone ou a Guache que estão na região, uma das duas empresas, estamos finalizando detalhes técnicos para fazer os dois encabeçamentos das pontes e o trevo, fazendo assim ligação com a MT-170, certamente isso é o coroamento da recuperação e construção dessa rodovia tão esperada pela região de Juara”.


Quando perguntando sobre o asfaltamento da Rodovia da Baiana, o vice-governador afirmou que “será finalizado esse ano, queremos que o sindicato patrocine um churrasco em Itanhangá ou Juara, onde escolherem, para comemorarmos essa ligação histórica, de mais de 30 anos esperado, ligar a BR-163 de Lucas do Rio Verde até o município de Juara”.


Também foi questionado a situação das pontes na região que necessitam ser melhoradas, e o vice-governador garantiu que um grande investimento será realizado para modificar a situação na região.


“O governador Pedro Taques esteve em Brasília, finalizando os detalhes para contratação de R$ 570.000.000 (quinhentos e setenta milhões) de reais para pontes de concreto, um marco na história de Mato Grosso, vamos fazer pontes importantes, ninguém mais suporta o tanto de carga que tem no Mato Grosso, e os caminhões de nove eixo, insuportável transportar em pontes de madeira, tragédias acontecem e temos que superar isso. Esse financiamento vai trazer possibilidade de fazermos as pontes mais importantes, estamos ouvindo os sindicatos rurais, ACRIMAT, FAMATO, a APROSOJA, junto com nossa bancada de deputados e tecnicamente escolher, não é para favorecer fazenda de fulano, ciclano, beltrano ou município tal em detrimento de tal município, o que é mais importante tecnicamente, vamos fazer bastante ponte, e certamente o município de Juara, Alta Floresta, serão contemplados com as principais pontes”.


Na ocasião o vice-governador comentou sobre a operação Carne Fraca realizada no Brasil, e os impactos sofridos pelo Estado e que foram superados.


“Uma irresponsabilidade, misturaram as coisas, fazendo pirotecnia, temos que acabar com isso no Brasil, responsabilizar quem quer fazer pirotecnia inconsequente, as coisas são muito claras, se tinha um problema de corrupção devia ser tratado como corrupção e dado esse tratamento rigoroso, mas, nunca colocar em cheque a qualidade da carne brasileira e mato-grossense, nisso Blairo Maggi foi muito ativo, responsável, e aqui em Mato Grosso fizemos uma grande força tarefa para mostrar a qualidade, não só por caso desse caso, mas a criação do IMAC por exemplo, Instituto Mato-grossense da Carne, é um exemplo da valorização da nossa carne, conseguimos reabrir todos os mercados praticamente, entenderam a seriedade, como é a sanidade da carne mato-grossense e brasileira, agora o próximo passo é fazer com que o consumidor do outro lado do mundo continue tendo a certeza que temos carne de qualidade, então, isso é um trabalho um pouco longo, de competência das forças estaduais, federais e principalmente dos comerciantes, para mostrar que o Brasil tem carne de qualidade e não foi afetado com essa operação”.



Por: Elizandra Trindade

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg