• Elizandra Trindade

Deputado Oscar Bezerra ameaça de morte e em seguida agride jornalista em Juara



No dia 20 de setembro (quarta-feira) um fato lamentável aconteceu, um deputado estadual agrediu um profissional da comunicação em frente a uma escola, chegando inclusive a realizar ameaças de morte devido a publicações de matérias relevantes ao conhecimento público. Na ocasião, o jornalista e outro companheiro de trabalho estavam indo a Escola Estadual Luiza Nunes Bezerra para registrar um evento que contava com a participação do Governador Pedro Taques.


O jornalista agredido publicamente explicou a situação ocorrida, a qual somente não piorou devido a intervenção de outras pessoas no local. "O deputado Bezerra (PSB) me ameaçou de morte dizendo que eu devo parar de distribuir jornal (no município e região) e fazer matéria sobre ele e sua esposa e que eu nem devia permanecer no local (Escola Estadual Luiza Nunes Bezerra), onde o governador do estado, Pedro Taques (PSDB), estava chegando para inaugurar a reforma da escola, e em seguida me agride, com uma cotovelada no nariz e somente nem continua agressão por ser contido por outros".


Em verdade, o deputado está revoltado por conta das matérias que produzimos sobre o assunto do recebimento de mensalinho por sua esposa, e no dia 20 de setembro, primeira vez que nos encontrou, após a matéria divulgada mostrou completo despreparo para suportar ataques e viver numa sociedade com opiniões contrárias a sua e que combate a corrupção e roubo dos recursos públicos. O deputado supõe ser o dono da cidade e acha que ninguém lhe pode contrariar e vem ameaçando de morte e agredindo.


"Várias pessoas presenciaram o fato e até um Capitão da Polícia Militar perguntou se desejava que conduzisse para registrar queixa, todavia alguns disseram que era uma agressão “leve” e que o que eu poderia fazer era simplesmente registrar um BO (Boletim de Ocorrência) fato que no primeiro momento nem cogitei, pois este deputado Oscar Bezerra é uma pessoa que já agrediu diversos indivíduos em Juara e nunca lhe aconteceu nada. Portanto, nem acredito que mais uma ocorrência de ameaça de morte e agressão venha lhe ocorrer algo, mas estou imediatamente registrando este fato em matéria, para levar para a sociedade e demais colegas de imprensa o que podemos enfrentar ao nos posicionar diante dos fatos da delação de Silval Barbosa que envolveu este deputado, sua esposa e diversos outros políticos, mas, infelizmente está pessoa ainda ocupa o cargo de deputado e sua esposa que recebeu mensalinho é a atual prefeita de Juara".



Confira aqui a matéria publicada no jornal impresso

www.a-folhadovale.com/single-post/2017/09/08/Juara-foi-destaque-estadual-e-nacional e a outra matéria que está no site a ser divulgada na próxima edição www.a-folhadovale.com/single-post/2017/09/15/Polícia-Federal-realiza-operação-de-Busca-e-apreensão-na-casa-da-prefeita-e-na-prefeitura-de-Juara


"Estes tipos de matérias motivaram a ameaça de morte por parte do deputado Oscar a minha pessoa e a posterior agressão, confesso que nem esperava está ação de um homem público, no cargo de deputado estadual, apesar de saber que o mesmo sempre foi violento. Contudo, acreditava que respeitaria o direito garantido na Constituição Federal de informar e opinar livremente na imprensa, e no máximo iria nos questionar o direito de resposta, mas, parece que estava muito enganado. Sinceramente nem é agressão, ameaça de morte ou mesmo morte que nos calaram perante pessoas despreparadas assim, e que Deus nos dê força e proteja contra esses tipos despreparados que se aproveitam dos recursos públicos, agridem e até matam quando são confrontados em matérias ou opiniões contrarias as suas ações".

BOLETIM DE OCORRÊNCIA

Em tempo, devemos registrar ainda nesta matéria, que "após os fatos (ocorrido as 15h:30), em torno de mais ou menos uma hora depois (as 16h:45), 8 pessoas se dirigiram à residência que eu me encontrava (pois, a princípio, seguiram uma das representantes do jornal, ao deixar o colégio onde registrava fotos da vinda do governador); procurando querer recolher os exemplares do jornal que tivesse a matéria da prefeita, sendo que respondi que o recolhimento de exemplares do jornal somente com mandato judicial, mas que mesmo assim, a maioria dos exemplares já tinha sido distribuído, enquanto os outros nem falaram nada, somente estavam do lado, pois vieram em três veículos".


"Uma das pessoas me chamou mais para baixo dizendo oque poderia fazer para ninguém ter problemas, pois ficaria ruim para mim e para o deputado, mas nem me dizia quem era, mas falou que eu nem devia registrar BO (Boletim de Ocorrência) e mesmo escrever qualquer matéria mais sobre o assunto, pois ficaria muito ruim, e que voltaríamos a conversar, mas dai eu falei que ficava difícil, pois eu nem sabia quem o mesmo era, então me disse que era cunhado do Oscar, não fez ameaças diretas, mas tentava dizer firme que eu nem devia publicar mais nada, e somente o motivo de tantas pessoas ir a casa após os fatos e querer recolher jornal e pedir para nem registrar nada e que depois conversaríamos, pode ter diversas conotações".


Diante a situação, publicamos a presente matéria, e as 18:50 procedeu-se com as ações necessária ao registro de Boletim de ocorrência no Destacamento da PM do município, tendo em vista que oficiais da PM presenciaram o ato.


Por: Elizandra Trindade


Agenda Digital de Juara

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/4