• A Folha do Vale - Jornal e Site

Embutidos estão proibidos em merendas de escolas municipais de SP

A Prefeitura de São Paulo sancionou o projeto de lei que proíbe a utilização de embutidos, como salsicha, salame, linguiça, mortadela e chouriços no cardápio da merenda de escolas municipais.


O PL 587/2015 é de autoria de Gilberto Natalini (PV) e foi aprovado na Câmara dos Vereadores em outubro.


“A ideia é proteger a saúde dos alunos e para isso a alimentação precisa ser mais saudável”, afirmou o vereador.


Para ele, o consumo excessivo desses produtos pode causar obesidade, diminuir a expectativa de vida, aumentar a incidência de doenças coronárias e diabetes.


Os produtos possuem alto teor calórico e podem conter substâncias cancerígenas, como nitrito e nitrato.


O decreto foi publicado nesta quarta-feira (3) e diz que “entende-se como embutidos os alimentos produzidos pelo enchimento de tripas de animais ou artificiais (feitas com colágeno) com recheio à base de carne, vísceras, gordura, sangue, especiarias e outros ingredientes como conservantes, aromatizantes”.


O prefeito de São Paulo, João Doria, vetou, porém, dois trechos do projeto. O primeiro deles proibia a utilização desses produtos em ocasiões festivas. A administração justifica dizendo que esse consumo “não comprometeria o hábito saudável já construído”.


O segundo veto foi o da previsão de multa para lanchonetes que não cumprirem a medida. O valor seria de 500 reais. “Não há lanchonetes na rede municipal de ensino e as empresas operadoras de cozinha (gestão mista) trabalham com matéria prima fornecida diretamente pela Codae (Coordenadoria de Alimentação Escolar)”, justifica o prefeito.


Redação Hypeness

...

Agenda Digital da Cidade

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/4