• A Folha do Vale - Jornal e Site

Ambientalistas denunciam crime ambiental na abertura da temporada de pesca em Cáceres


Pescadores amadores, a maioria de Cáceres, tem postado fotos nas redes sociais com uma grande quantidade de Pacu, abundante no rio Paraguai nos primeiros três meses do ano. O que a maioria não sabe é que estão cometendo crime ambiental porque a Lei só permite para pescadores amadores a captura no limite de cinco quilos e um exemplar. ‘Vamos supor que um pacu na medida 45cm pese 2.200 kg. Na estimativa seria no mínimo três peças por peso e um por maior espécie, que já e um absurdo né. O que está parecendo é que o pessoal está sem noção da conscientização’, revelou um dos ambientalistas, que preferiu não ter o nome mencionado. Ele disse que para conter esse tipo de crime é que é necessário a implantação da cota zero para o transporte de pescado para amadores. A reportagem apurou que o abuso pode ser notado pela cidade já que os amadores que capturaram acima da cota, estão vendendo peixes promovendo uma concorrência desleal com os profissionais. Por meio de um interlocutor, o presidente da Associação Ambientalista, Turística e Empresarial de Cáceres ( (ASATEC), Cleres Tubino, confirmou que também tem visto as postagens de pescarias no Facebook e demonstrou a mesma preocupação dos ambientalistas.


Por: Jornal Oeste

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/4