• A Folha do Vale - Jornal e Site

Bispo católico defende Lula: “condenado sem provas”

Após a condenação em segunda instância, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem recebendo apoio em diferentes frentes. Uma delas é a religiosa.


Aliás, vários líderes religiosos evangélicos e católicos saíram em defesa assinado uma “carta aberta” em favor do petista, e há tempo o Dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau (SC) diz que tem convicção da inocência de Lula.




O seu discurso é o mesmo dos movimentos de defesa da democracia e da constituição, pois julgamento sem seguir os devidos tramites legais, coloca Lula como vítima de perseguição. “Para muitos o golpe ficará pela metade se não houver o banimento político de Lula. Isso é um desserviço à democracia”, insiste Angélico.


Ecoa também uma série de chavões, repetindo a narrativa que não há provas. “Ao que tudo indica essas provas não foram apresentadas, não foram com clarividência. Não basta acusar alguém. É preciso realmente apresentar provas consistentes e depois em juízo para que haja ampla defesa. Nesse julgamento do Lula está havendo uma pressa que é uma coisa impressionante.”


O líder religioso realmente tem uma visão social e acompanha a situação do país, por isso diz e acredita que pode haver interesses externo para delapidar o patrimônio do país, entre os quais estaria o petróleo e outras riquezas naturais que o Brasil possui. “Aceleraram (a ação judicial) por quê? Quais são os interesses que estão por trás? Que existam interesses econômicos internacionais é evidente”, teoriza.


Dom Angélico foi responsável por rezar a missa de um ano de falecimento de “Dona” Marisa, mulher do petista, dia 3 de fevereiro. O local escolhido para a cerimônia foi o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde ele e Lula se conheceram, no final da década de 1970.


O bispo na oportunidade que rezou a missa disse que espera que tudo termine bem, aliás, sempre defendeu a candidatura do Lula novamente a presidência. ”A possibilidade de o Lula ser candidato, de disputar a eleição vai realmente acalmar muito os ânimos”, defende. “Eu faço votos que caminhemos para a paz, para o bom senso. O que é preciso é que nos respeitemos em nossas posturas, em nossas maneiras de encarar a realidade. Com respeito. Toda divisão se aprofunda no povo brasileiro.”


Angélico, como muitos outros bispos, atacam algumas instituições que nem estão de fato comprido os seus papeis para um país melhor.

"

Em 1964 o golpe foi dado pelo poder econômico se valendo dos militares. Agora, o poder econômico usou o Parlamento e o Judiciário. Em 1964 a desculpa era o perigo do comunismo, agora foi a crise e não sei o quê. Esse pessoal aí (poder econômico) cria crise e não reconhece realmente o vilão da crise que é o capitalismo liberal no mundo”, dispara.


Por: Maurilio Trindade Aun Com partes da entrevista do Bispo a meios de comunicação.


Agenda Digital de Juína

Agenda Digital de Juara

Agenda Digital de Brasnorte

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/4