• A Folha do Vale - Jornal e Site

Administração Municipal de Brasnorte Levou 22 Puxadas de Orelhas em 2017


A incompetência da administração de Brasnorte fica evidente nas 22 alertas de irregularidades emitidas pelo Tribunal de Contas (TCE) no decorrer do ano passado, fatos que provavelmente levarão ao TCE reprovar as contas de 2017, pois muitas irregularidades ali apontadas se repetiram no decorrer do ano.


Nos alertas é possível verificar que publicar e dar transparência das ações da administração municipal nem faz parte da atual gestão, aliás, nem a lei 8666/93 a administração municipal cumpre em sua totalidade, pois a lei diz que município que tem jornal circulando, as administrações municipais deveriam publicar os balancetes e os resumos das licitações.

Mas com certeza as administrações municipais nem vão querer ficar publicando em jornal distribuído gratuitamente em grande quantidade no município e na região, igual ao jornal A Folha do Vale, pois dai fica difícil fazerem os esquemas nas licitações e tirar o dinheiro extra para campanhas e para as falcatruas, aliás, por falar nisso dizem as más línguas em Brasnorte, que o atual gestor já conseguiu pagar alguma empresas que financiaram a sua campanha.


Aliás, a suspeita de desvios de recursos no município em diversos tipos de compras, tem motivado até vereadores da situação a defenderem uma central de recebimento de todos os produtos comprados pela administração, por um lado é bom, mas nem adianta ter central de recebimento, se quem ficar responsável por assinar os recebimentos forem pessoas diretamente ligado ao prefeito ou ao grupo político, na realidade, os melhores para receber, seria representante de cada segmento municipal, para nem ser uma central de encobrimento municipal dos esquemas fraudulentos.


Dizem na cidade, que o atual prefeito tem mais de 22 duas acusações e denúncias de irregularidades no ministério público, mas novamente dizem as má línguas em Brasnorte que as denúncias contra o atual prefeito parece “bola de pingue pongue”, ou seja, inquéritos são jogados do ministério público para o fórum e do fórum voltam para o ministério público e nem são julgados, pelo menos é o que dizem alguns moradores de Brasnorte.


Procurando ver a situação das contas de Brasnorte, observamos que o processo de protocolo nº 176478/2017, aponta 22 emissões de alerta ao gestor, demonstrando que a incompetência administrativa foi constante durante o decorrer do ano todo, ou seja, na maioria das vezes os alertas nem serviram para nada, pois a administração municipal continuo incorrer nos erros apontados, demonstrando pouco caso com o Tribunal de Contas (TCE), ou seja, o prefeito Mauro Rui pouco se importou em administrar adequadamente o município de Brasnorte no decorrer de 2017 de acordo com os parâmetros legais.



Por outro lado, no ano de 2018 as informações dão conta de ações incoerrentes tomadas pelo atual gestor.


Primeiro quando assumiu a administração já tinha tomado providencias legais de questionar juridicamente o concurso realizado pelo ex-prefeito, e já nesta ação mostrou descaso e certa má fé com os recursos públicos, pois a administração municipal possui dois procuradores municipais, e mesmo que um deles está inserido no processo do concurso, deveria lançar mão de um procurador, ao invés de onerar os cofres públicos com um advogado que sempre prestou serviço ao prefeito, ou seja, nesta jogada, o atual gestor pagou com recursos públicos R$ 18.000,00 (dezoito mil reais), ação que foi julgada improcedente ainda no ano passado.



Mas o prefeito novamente este ano de forma leviana e sorrateira, adentrou novamente com processo contra o concurso, mas desta vez, contra cada pessoa que prestou o concurso, ou seja, um absurdo, criou uma ação para novamente poder ter argumento para pagar novamente o mesmo advogado, ou será que realizará todos os procedimentos de forma gratuita ao erário público, e mesmo que fosse gratuito, tornar as pessoas que realizaram o concurso réus é realmente um absurdo e mais ainda, além de realizar o procedimento, teve a ousadia de ir em meio de comunicação local que recebe da administração, mentir dizendo que nada estava sendo feito mais com relação ao concurso.



Interessante o descompasso da atual administração, pois questiona o concurso e ate move ação processando os concursados e ao mesmo tempo ainda continua chamando os concursados, realmente uma administração municipal perdida e irresponsável.


Estes e diversos outros motivos tem motivado um abaixo assinado em Brasnorte, pois muitos moradores pretendem retirar o atual prefeito do cargo, por nem conseguem suportar a situação que se encontra a atual administração.


Interessante é ver que tem provas de desvios de recursos contra o atual prefeito, ainda da outra vez que esteve administrando o município de Brasnorte, por isso para ver como roubar os contribuintes e os recursos públicos é lucrativo, prova disto é que fez de tudo para voltar a administrar Brasnorte, ou será que roubar de novo.


Mauro Rui Prefeito de Brasnorte superfatura ônibus em 148% e causa prejuízo de R$ 1 mi

Por: Maurilio Trindade Aun

Agenda Digital de Brasnorte

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/3