• A Folha do Vale - Jornal e Site

Eudes Tarciso Possível Candidato a Deputado por Brasnorte Prepara as Canelas para o Jogo da Política

O ex-prefeito de Brasnorte, Eudes Tarciso (DEM) será possivelmente um dos candidatos a deputado estadual pela região, pelo menos é essa a opinião de diversos apoiadores de Eudes Tarciso em Brasnorte.


Todavia nesta semana, em ligeiras conversas nos bastidores de Brasnorte, obtivemos as informações de que a maioria dos moradores de Brasnorte defende o nome de Eudes a deputado pelo município e região, mas que o possível candidato está em busca dos apoios para comprar “caneleiras”, “gelol”, “chuteiras” e outros apetrechos para não fazer feio no jogo da política, ou seja, o jogador parece que está precisando de patrocínios dos apoiadores Brasnortenses.


De acordo com as informações, Eudes Tarciso de Aguiar estará indo a Cuiabá na próxima semana falar com o técnico da seleção do DEM em Mato Grosso, o deputado Federal Fábio Garcia, provavelmente para não ficar fora da escala do time de candidato a deputado estadual e provavelmente buscar algum apoio para os “vestiários do jogo” que iniciará, pois dizem as má línguas, que jogadores bons no grupo tem demais, e alguns poderão ficar fora do escalonamento.




Na realidade, em época de copa do mundo, o paralelo entre política e futebol, nem está muito longe da realidade, todavia, o jogo da política é muito mais sério, e diferente do jogo de futebol onde os jogadores ganha e toda a população paga a conta, na política nem é muito diferente as vezes, onde os políticos ganham e a população paga as contas, mas a diferença é que as partidas de futebol dura normalmente 1 hora e meia, e o jogo político depois de escolhido os jogadores a partida dura 4 anos, e na maioria das vezes é muito mais difícil expulsar um péssimo jogador, ou seja, num jogo de futebol, o jogador que nem seguir as regras bem rápido pode ser expulso, mas no jogo da política uma boa maioria quebra todas as regras e a população nem expulsa do jogo.


Portanto, os partidos podem até selecionar os jogadores que vão ao jogo, mas compete a população eleger quem vai jogar os 4 anos e tem que aprender e lembrar aqueles que foram ruim jogadores a não escolherem para os próximos jogos, mesmo que os técnicos tentam empurrar goela abaixo sempre os mesmo, a população podem escolher nem um.


Ao mesmo tempo, a política apesar de muitos acharem que é um jogo, na realidade é “jogo” muito diferente, pois diferente do jogo de futebol que visa um divertimento e um passatempo, a administração pública trabalha com saúde, segurança, qualidade de vida, infraestrutura e uma sociedade melhor, portanto, ao escolher o seu jogador, devem apoiar ele e cobrar o devido respeito na boa gestão pública, fiscalizando e exigindo o retorno do serviço para o qual foi eleito.


Por: Maurilio Trindade Aun


Agenda Digital de Brasnorte

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/3