• Portal 2013

Principais Características Dos Seres Altamente Evoluídos - PARTE III

Sempre que fazemos um processo de 'Cura pessoal' estamos a dar passos para melhoria do padrão vibracional de nosso planeta, conforme descrito no Artigo: Aos Nos curarmos Eliminamos os Males do Mundo, publicados na Ed.093 do Jornal A Folha do Vale.

Artigo: PARTE I, PARTE II, PARTE III

Eles cuidam do Meio Ambiente

Os seres altamente evoluídos zelam pelo ambiente físico que apoia sua sociedade, ou seja jamais fariam algo que prejudicam ou danificam o meio ambiente.


Eles compreendem e apreciam profundamente a interconexão e a interdependência de toda a vida, e eles apreciam profundamente o ambiente que os sustenta.


Eles sabem que para continuar a ter um ambiente que atenda às suas necessidades, e as necessidades de todas as gerações vindouras, eles devem viver de forma sustentável, eles devem viver de uma maneira suave, cuidadosa e atenta ao seu ambiente natural e o planeta e sabiamente administrar seus recursos.


Aos pouco a realidade no Planeta Terra vem se aproximando deste aspecto. Basta reparar em algumas postagem que fazemos na Seção projetar e Construir que evidencia este processo de conscientização humanitária e evolutiva.


Eles Compartilham Tudo Com Todos, Inexiste Propriedade

Em civilizações altamente evoluídas, não existe tal coisa como “propriedade”. Isto é porque eles entendem isto, uma vez que todos são UM, tudo que existe pertence a todos que existem. E, portanto, compartilham tudo com todos o tempo todo.

Exemplo: Já imaginou, ter uma bicicleta a disposição de todos, e o pagamento pelo uso fosse o auxílio na manutenção desta? ou uma pequena taxa de contribuição pelo benefício... Ou Capas de Chuva?...Carregadores de Celular?.... Alicate?... Chave de Fenda.... e por ai vai?... O universo tende a 'corresponder' o bem que dedicamos aos outros, sem a espera de retorno.


A Natureza como 'um todo' tem dado provas do qual banal é a acumulação de Matéria. É só atentar-se aos aprendizados conferidos pós 'desastres naturais' - Terremotos, Erupções vulcânicas, Tsunamis, Furações, etc (Que são mecanismos de Cura, do planeta) - Redação Jornal A Folha do Vale.


Então. Trabalhe por aquilo que você quer ser depois de 'morrer'.


Temos um sistema econômico e uma mentalidade que nos encoraja a acumular tanta coisa que possamos chamar de nossa quanto pudermos, e isto encoraja alguns poucos a acumular a maioria dos recursos e riqueza do planeta. Para a maioria de nós, compartilhar tudo provavelmente parece completamente impraticável e inviável. É muito difícil para nós imaginar como compartilhar tudo poderia funcionar, mas acredite ou não, isso funciona muito bem.


Em civilizações altamente evoluídas, a ideia de “propriedade” é substituída pelo conceito de “administração”. Seres nestas civilizações concordam mutuamente sobre quem terá a responsabilidade da administração do que, quem será parceiro com quem e quem executará o que funciona melhor. A pessoa ou pessoas que cuidam e gerenciam uma determinada coisa ou recurso (por exemplo, os administradores) não “assumem” como seus próprios, são simplesmente responsáveis por gerenciá-lo.


Pode-se dizer que o recurso é “de propriedade” da comunidade e o administrador do recurso está cuidando dele em nome da comunidade. Mas, claro, as comunidades esclarecidas compreendem que todos os recursos são essencialmente presentes do Universo que devem ser gerenciados de forma responsável, e utilizados de forma justa, para todos aqueles que o utilizam agora e no futuro.


Aqueles que aceitam a administração de qualquer coisa, seja terra ou outra coisa, não imaginam que eles a “possuem”. Eles entendem que estão apenas cuidando e gerenciando isto para o benefício da comunidade.


Por exemplo, ninguém imagina que apenas porque são mordomos de um terreno particular no planeta no qual eles encarnaram, que eles “possuem” os minerais, a água e o que quer que esteja sob aquele lote de terra, todo o caminho até o centro da Terra. Nem ninguém imagina que “possui” o ar, ou o céu, acima de um terreno particular, tão alto quanto o céu. Tais ideias são absolutamente ridículas para os seres altamente evoluídos e qualquer debate sobre quem é dono dos “direitos” de tudo, parece totalmente inútil, os seres entendem que são todos UM.


Um grande obstáculo para abraçar a ideia de “sem propriedade” é a nossa dificuldade em imaginar como ganharmos a vida sem o lucro que parece tão fortemente ligado à propriedade. Mas, ao contrário da humanidade, civilizações altamente evoluídas não veem a vida como algo que você precisa “ganhar”. Os sistemas podem ser facilmente concebido para servir a todos, o que permite que uma sociedade atenda as necessidades individuais e coletivas, sem que os membros dessa sociedade tenham que vender sua alma e abandonar seus sonhos para sobreviver. Muitas civilizações criaram estes sistemas e demonstraram que eles funcionam muito bem, produzindo um alto grau de liberdade, prosperidade e felicidade para todos.


Eles não consideram honroso ou aceitável se eles obtêm mais e outros ganham menos. Em civilizações altamente evoluídas, ninguém se beneficia a menos que todos se beneficiem. Pode-se dizer que eles medirão a lucratividade por quão bem um recurso administrado é gerenciado e como ele oferece benefícios a todos os membros da comunidade. E, portanto, eles provavelmente descreveriam o grau de sucesso de qualquer empreendimento usando o termo “benéfico”, em vez do termo “rentável”.


Se você ainda pensa que uma sociedade que compartilha tudo é imutável, considere que a humanidade compartilha o trabalho todo o tempo em pequena escala, com nossos entes queridos e familiares Neste contexto, geralmente nos preocupamos com os outros, independentemente do que seja, independentemente do que eles fizeram.

E se pudéssemos ampliar nosso senso de família além dos familiares? E se pudéssemos começar cuidando de todos em nossa comunidade com este mesmo tipo de vínculo e o mesmo sentido de conexão que temos para os membros da nossa família ? E, se pudéssemos estendê-lo a todos no país, e depois ao planeta ? Esta é a diferença entre civilizações altamente evoluídas e a humanidade, eles sentem a mesma conexão, a mesma quantidade de compaixão, cuidado e amor por todos na sua sociedade.


Quando você começa a parar de ver os outros como estrangeiros, quando você começa a transcender o “nós” contra “eles”, você está à beira de um avanço na evolução de sua consciência. Quando você pode tratar cada pessoa com bondade e respeito, não importa o que tenha feito, então você terá transcendido a separação e se alinhará poderosamente com o amor incondicional da Fonte dentro de você.


Um dos impedimentos principais para a adoção de uma economia de compartilhamento é a crença de que não existe o suficiente para todos, o que leva as pessoas a quererem se certificar de que elas conseguem a parte delas, independente de outra pessoa não conseguir, possessividade, ganância, acumulação, etc. A crença na escassez é uma das crenças fundamentais que é responsável por criar o tipo de mundo em que vivemos (caracterizado por conflitos e competição).

A aparente escassez de muitas coisas em nosso mundo é em grande parte devido à distribuição injusta ou ineficiente, não a uma real escassez. Um exemplo vergonhoso, é que na verdade existe comida suficiente produzida no mundo para todos, e mesmo assim muitos continuam morrendo de fome.

E, é claro, grande parte da escassez aparente em nosso mundo é fabricada intencionalmente por interesses comerciais para maximizar os lucros ou por estratégias de distribuição baseadas em mentalidades de lucro para atender muitos, mesmo que haja abundância. E imagine se toda a energia e os recursos investidos nas máquinas de guerra do mundo fossem aplicados no bem-estar de todos, isto resolveria facilmente a maioria, senão todas as desigualdades mundiais


Porque as civilizações altamente evoluídas funcionam de forma cooperativa, compartilham tudo, contam e enfrentam a verdade, e fazem o que funciona melhor para todos, elas raramente experimentam escassez. Mas ainda mais profundamente, os seres altamente evoluídos transcenderam a escassez, porque compreendem a metafísica e sabem que estão criando sua realidade com seus pensamentos e crenças e, portanto, a escassez é uma ilusão que é auto criada ou auto imposta quando os seres são manipulados.

Agenda Digital de Porto

Espiritualidade e Religião

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/4