top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Dança faz bem à saúde, ao humor e à autoestima e beneficia o planeta


Aulas de dança gratuita são Fornecidas em São Paulo

Em nossa região, umas das professoras de Dança:

Tati Usuna, Clebinho Sales e Valéria, do Estúdio

Bella Dança, de Juara MT


Difícil discordar de que a dança é uma das atividades mais prazerosas que pode existir. Sentir o ritmo e se deixar levar pelos movimentos são uma expressão de liberdade e, ao mesmo tempo, conexão com suas emoções e instintos. Não à toa essa arte está sempre ligada a momentos de festa e alegria. Mas muito mais do que isso, a dança também pode ser uma aliada da saúde física.


A professora de dança Renata Dipp acredita que dançar é a melhor alternativa para queimar calorias com descontração, sem cair na repetitividade comum em outras atividades. “Por isso, quem faz dança muitas vezes nem sente o tempo passar. As aulas sempre misturam exercícios aeróbicos com músicas animadas, independentemente do ritmo escolhido”.


Resgate da 1ª Aula de dança realizada em Juara  | Uma realização conjunta

Difícil discordar de que a dança é uma das atividades mais prazerosas que pode existir. Sentir o ritmo e se deixar levar pelos movimentos são uma expressão de liberdade e, ao mesmo tempo, conexão com suas emoções e instintos. Não à toa essa arte está sempre ligada a momentos de festa e alegria. Mas muito mais do que isso, a dança também pode ser uma aliada da saúde física.


A professora de dança Renata Dipp acredita que dançar é a melhor alternativa para queimar calorias com descontração, sem cair na repetitividade comum em outras atividades. “Por isso, quem faz dança muitas vezes nem sente o tempo passar. As aulas sempre misturam exercícios aeróbicos com músicas animadas, independentemente do ritmo escolhido”.


Aulas de dança salão

Os benefícios são os mais amplos possíveis. Fisicamente, a dança melhora a coordenação motora, o equilíbrio e a agilidade e trabalha membros como coxas, glúteos, pernas, abdômen e braços. Em relação à saúde emocional, a sensação de bem-estar durante a prática do exercício provoca a liberação de endorfina, que melhora o humor e a autoestima. “Muitas vezes, já na primeira aula, percebemos como os alunos saem diferentes, mais alegres e felizes”, observa Renata.


E o que não faltam são opções de estilos: o desafio é identificar aquele que melhor combina com sua personalidade. Confira alguns dos mais praticados nas academias e escolha o seu:


Dança do ventre

Vista como uma arte que explora a sensualidade, a dança do ventre é uma arte milenar que vai além dessa imagem. Esse é um exercício completo, que trabalha todas as partes do corpo, como quadril, membros superiores e ombros. A prática tem alta queima de calorias, define e enrijece a musculatura, melhora a flexibilidade e aumenta a resistência física.

A professora de dança do ventre Gabriela Nogueira, conhecida artisticamente como Mahaila El Helwa, aponta outros benefícios que as aulas conferem ao praticante: “A modalidade traz benefícios psicológicos, uma vez que eleva a autoestima, por trabalhar a feminilidade. A dança ainda é responsável por aumentar a produção de endorfina [o hormônio do prazer], evitando problemas de estresse, ansiedade e depressão”. A profissional garante que há até uma melhora do aparelho digestivo, o que ajuda a reduzir problemas como cólicas menstruais.


Pole dance


Outra modalidade que sempre foi ligada à sensualidade feminina e que, nos últimos tempos, ganhou status fitness. Segundo a professora Olinda Nascimento, o Pole Dance incorpora movimentos de ginástica olímpica, movimentos livres, ballet e dança contemporânea, incluindo posições estáticas e em movimento.




“Com isso, o praticante desenvolve força nos membros superiores e inferiores do corpo, nas costas e no abdômen e tonifica todos os músculos do corpo utilizando ele próprio como resistência”.


Há um intenso gasto calórico e os resultados são braços, abdômen, pernas e glúteos torneados, além de uma melhora no condicionamento físico. Os movimentos ainda trabalham a confiança da praticante, que se sente mais livre com a autoestima elevada.


Estilo de Dança:


P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page