• Sônia Jordão

A importância da gentileza no dia-a-dia


Gentileza é crucial para a convivência em sociedade, ademais, estudos comprovam que pessoas que praticam a gentileza aumentam o seu grau de felicidade, isso porque a gentileza está ligada ao gene que libera a dopamina, neurotransmissor que proporciona bem-estar. Aqueles que ajudam os outros regularmente têm mais saúde mental e menos depressão.


Um ditado popular diz que: “ gentileza gera gentileza”. Quando se é gentil com os outros ajudamos a tornar o ambiente melhor. Ser gentil é ser amável, agradável, elegante, cortês. Atos de gentileza tornam você aos olhos do outro um ser encantador, e digno de receber um tratamento semelhante.


Luiz Gabriel Tiago, empresário indicado ao Prêmio Nobel da Paz, disse: “A gentileza pode transformar uma vida, uma relação, um relacionamento profissional, basta praticar. A gentileza no ambiente de trabalho é o grande trunfo dos profissionais que estão prontos para fazer a diferença no mercado.” E Gandhi, dizia que: “A gentileza não diminui com o uso. Ela retorna multiplicada.” Visando as grandes personalidades que ressaltam a importância desse ato, podemos afirma que a pessoa gentil acaba sempre se destacando.


Além disso, pessoas solidárias têm menos probabilidade de sofrer de doenças crônicas, e seu sistema imunológico tende a ser melhor, porque existe uma relação direta entre bem-estar, felicidade e saúde.


Pessoas gentis não são individualistas, respeitam o trabalho do colega, e com isso elas chegam mais longe, já que abrem caminhos de comunicação com os outros e se tornam mais acessíveis.


Segundo Rosana Braga, “gentileza é um modo de agir, um jeito de ser, uma maneira de enxergar o mundo. Ser gentil, portanto, é um atributo muito mais sofisticado e profundo que ser educado ou meramente cumprir regras de etiqueta, porque embora possamos (e devamos) aprender a ser gentil, trata-se de uma característica diretamente relacionada com caráter, valores e ética; sobretudo, tem a ver com o desejo de contribuir com um mundo mais humano e eficiente para todos. Ou seja, para se tornar uma pessoa mais gentil, é preciso que cada um reflita sobre o modo como tem se relacionado consigo mesmo, com as pessoas e com o mundo.”.


Pessoas gentis praticam constantemente a empatia, são bons ouvintes e pacientes. Bem como, são capazes de pedir desculpas, quando descobrem que erraram, são solidários e companheiros. Procuram analisar as situações e serem justos. São capazes de resolver muitos conflitos, por terem um método apaziguador de lidar com questões.

É preciso praticar a gentileza com todos, sejam seus subalternos, familiares ou amigos próximos. Dizem que o favor é feito com o cérebro e a gentileza com o coração, ou seja, não é um gesto planejado, mas você pode se esforçar para desenvolver essa característica, caso não a tenha. Precisamos também agradecer quando alguém for gentil conosco, para ressaltar ao outro a importância dessa prática. O tom de voz é tão importante quanto à palavra que dissermos, tente falar sempre com delicadeza. Se você demonstra respeito vai ter sempre credibilidade, pois lembre-se do que disse Shakespeare: “Eu aprendi que ser gentil é mais importante do que estar certo. ”


Sônia Jordão é engenheira, especialista em liderança, palestrante e escritora, com centenas de artigos e diversos livros publicados, entre eles "A Arte de Liderar – Vivenciando mudanças num mundo globalizado".


Fonte: Sônia Jordão | Administradores.com

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/3