top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

A Importância da Agricultura Familiar no Brasil


Agricultura Familiar no Brasil

Podemos descrever a agricultura familiar como uma forma de organização social, cultural, ambiental e econômica. Nela são desenvolvidas atividades que podem ser ou não de origem agropecuária.


Ela está associada às formas de cultivo da terra e produção rural. Sua mão de obra é majoritariamente proveniente do núcleo familiar. Uma das características da agricultura familiar é a produção a partir de propriedades menores de terra. Nessas propriedades há maior diversidade produtiva. A família normalmente tem o papel de proprietária, gestora e é responsável por toda a logística de produção e comercialização.


Esse modelo de agricultura se difere em muitos aspectos do agronegócio. Ele dispõe, por exemplo, da contratação de trabalhadores para a atuação em sistemas produtivos de médias e grandes propriedades.


A importância da Agricultura Familiar

Em nosso país, a agricultura familiar apresenta importância significativa para a produção e diversidade de alimentos que consumimos diariamente. Algumas pessoas, de maneira equivocada, têm ideia de que se trata de uma agricultura simplista, associando-a à produção de subsistência. Porém, de acordo com dados da ONU (organizações das Nações Unidas), a agricultura familiar é responsável por 80% de toda a produção mundial de alimentos.


A ONU também informou que ultrapassa os 500 milhões de produtores rurais dedicados a esse modelo de agricultura no mundo. Esse número representa mais de 90% de todas as propriedades agrícolas. Devido à importante relevância que representa para a economia e fornecimento de alimentos no mundo, a ONU lançou em 2014 o AIAF (Ano Internacional da Agricultura Familiar).

Entre as principais cultura produzidas pelos núcleos de agricultura familiar no Brasil, encontramos o milho, café, arroz, trigo, mandioca, soja, aves, bovinos suínos, produção leiteira e derivados do leite. Os núcleos de produção agrícola familiar estão distribuídos nas regiões nordeste com 50%, sul com 19%, 16% no sudeste, 10% no norte e 5% no centro-oeste do país.

A agricultura familiar é orientada e resguardada em nosso país por uma legislação referente à essa atividade, a Lei n° 11.326. Também há um sistema de políticas de incentivos, como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf, além do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Além disso, ainda existem os dois programas de financiamentos do governo para as atividades rurais. Entretanto, a expansão da produção agrícola familiar no Brasil deve estar associada também ao emprego de tecnologias para acelerar os processos produtivos.


P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page