top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Empreendedores brasileiros que transformaram necessidades e paixões em trabalho


Se para muitos de nós a profissão não se mistura com aquilo que se ama, e as maiores paixões e motivações da vida ficam da porta para fora do trabalho, alguns empreendedores ensinam que é possível unir os maiores e mais apaixonados propósitos de vida com o ofício diário e o mercado de trabalho.


São pessoas que transformaram suas próprias vidas através da necessidade, da motivação, da inspiração, do amor por algo, e não deixaram que o maior prazer ficasse restrito às horas vagas dos hobbies – e hoje inspiram novos empreendedores a fazer do próprio coração o local de trabalho.


São histórias de quem não só transformou aquilo que ama em sua própria profissão, mas também de profissionais que muitas vezes fizeram das necessidades e turbulências da vida o combustível para a superação e a construção de seu próprio sucesso.


Eduardo Lyra – Gerando Falcões

Nascido na periferia da cidade de Guarulhos, no estado de São Paulo, Eduardo Lyra cresceu sob as intempéries da realidade que infelizmente se impõe sobre tantos jovens pobres do Brasil: aos três anos sua casa foi destruída por uma tempestade; o dinheiro era pouco e, como se não bastasse, ainda em sua infância seu pai foi preso. Foi a dedicação absoluta de sua mãe que afastou o jovem de caminhos mais sombrios e perigosos, e o colocou no caminho da educação e dos projetos sociais – que se tornaria o trajeto mais luminoso de sua vida.


Depois de largar a faculdade de jornalismo para se dedicar aos projetos sociais, ele publicou o livro ‘Jovens Falcões‘ – e na divulgação da obra que nasceu a ideia de criar a ONG Gerando Falcões. O trabalho é pelo desenvolvimento e a promoção da melhora na vida de crianças periféricas que passam hoje pelas mesmas dificuldades que o próprio Eduardo enfrentou. Hoje mais de 30 mil estudantes trabalham a partir das ações do projeto, que se tornou uma das ONGs mais premiadas do Brasil.


Anne Galante

O que para muitos é uma prática terapêutica ou um talento dos mais velhos, nas mãos da artista e estilista Anne Galante se torna arte, moda, estilo, inovação, empreendimento. Com duas agulhas nas mãos desde os 12 anos, o talento de Anne para o tricô e o crochê a acompanhou desde a adolescência, quando começou a produzir peças para vender às amigas, ao longo da faculdade de moda, até se solidificar como sua carreira e seu modo de viver a vida.


Depois de anos criando e tricotando para grandes marcas, finalmente Anne abriu, ao lado de sua irmã Ana Galante, a marca Srta. Galante, que justamente desenvolve peças de tricô e crochê artesanal. É Anne quem cuida de toda parte criativa e do desenvolvimento de peças, sempre focando no valor e na singularidade dos trabalhos feitos à mão – como verdadeira obras de arte feitas com duas agulhas e linhas.



P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page