top of page
GUPET.jpg
Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Médico doa muda de árvore para cada parto que faz


Para o ginecologista Calixto Felipe Hueb, realizar um parto e trazer uma nova vida ao mundo é algo realmente especial, que não deve se encerrar como um procedimento médico frio e nada mais. Assim, para oferecer um sentido prático maior e um símbolo mais próximo do valor que ele próprio enxerga em seu ofício – e na relação com cada pessoa que ajudou a nascer – o médico de 69 anos decidiu doar uma muda de árvore para cada bebê que veio ao mundo pelas suas mãos. Hoje, mais de mil árvores da cidade de Macatuba, no interior de São Paulo, estão de pé através de seu projeto.


Intitulada “Plantar”, a iniciativa nasceu em 2001, como um primeiro presente à família do recém-nascido, dado pelas mãos do próprio Dr. Calixto. Segundo o ginecologista, junto com o diploma e uma foto do neném, passou a ir também uma muda de árvore para a mãe plantar. O projeto também surgiu da preocupação do médico com o meio-ambiente, que também se afirma como uma maneira de aprofundar o próprio sentido da vida que ele ajuda a trazer para o planeta.

Acima e abaixo, algumas das árvores plantadas pelas mudas do Dr. Calixto – com direito ao nome do bebê.

No início, ele pagava as mudas do próprio bolso, até que, em 2014, sua iniciativa virou um projeto de lei – e as árvores passaram a ser custeadas pela prefeitura de Macatuba. Com isso, todas as crianças que nascem na maternidade passaram a ganhar sua árvore, integrando todos os médicos à iniciativa de Dr. Calixto. Agora, segundo ele, as mães não mandam somente fotos do crescimento dos filhos, mas também das árvores. É dessa forma que o médico não só se mantém perto das pessoas que ajudou a parir, como também segue cuidando delas, através da melhoria do planeta no qual elas nasceram.



P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page