top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Estudantes de São Paulo criam telha sustentável feita de embalagem Tetra Pak e fibra de coco


Mais uma inovação criada por jovens estudantes e isso dá gosto de se ver e noticiar. Os estudantes Keylla Oliveira, Danielli Santos e Eduardo Correia, do curso de Administração da Escola Técnica Estadual (Etec) Heliópolis, na capital paulista, se uniram e criaram a “Telha Ecológica” utilizando embalagens Tetra Pak vazias e fibras de coco.

Esse projeto que teve o acompanhamento e a orientação das professoras Roberta Cabrera e Tais Bisbocci, foi apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso – TCC e ficou finalista, entre mais de 800 inscritos, do prêmio da 11ª Feira Tecnológica do Centro Paula Souza (FEBRACE) 2017.

A reciclagem das embalagens Tetra Pak não é algo tão simples, pois este material é composto de três camadas diferentes: papel, alumínio e polietileno e, para reciclá-lo, é necessário separá-los. Bem por isso, existem cooperativas que descartam essas embalagens e não as reciclam.

Nesse contexto a criação desses estudantes contribui para aproveitar estas embalagens e, ao mesmo tempo, eliminar os impactos ambientais do descarte desses materiais de decomposição demorada.

Para aprimorar essa telha ecológica, eles tiveram a ideia de adicionar a fibra vegetal extraída do coco com a finalidade de servir como isolante acústico.

“As telhas ecológicas são mais resistentes, suportam uma carga de 150 quilos por metro quadrado e são aproximadamente 15 quilos mais leves em comparação com as convencionais. Comparando com as telhas de amianto, ambas possuem uma vida útil de aproximadamente 25 anos, mas a ecológica é uma solução mais sustentável e extremamente interessante“.

Os estudantes realizaram pesquisa de campo para saber o nível de receptividade do mercado em relação a essa telha e os entrevistados demonstraram aceitação e interesse por ser uma alternativa ecológica e uma opção vantajosa.

P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page