top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Mire-se nesses exemplos e quebre suas crenças!


Para Lizzi, de 15 anos, a única coisa que importa é sua paixão para a dança!

Quando você pensa em uma bailarina, o que te vem na cabeça? Pois é… Um corpo bem magrinho e esguio em uma sapatilha de ponta, certo? Errado! Quem foi que disse que para ser bailarina tem que ser magrinha? Veja esses exemplos e você vai se surpreender!

Existe uma crença de que para ser saudável, dançar, correr e pular, entre outras atividades físicas, é preciso ser magro. No entanto, nem todo magro é saudável e ativo e existe muita gente gordinha que, além de esbanjar saúde, consegue fazer maravilhas com o corpo.

Quando olhamos a imagem da Caity parada, sem apertar o play, não imaginamos o que ela capaz de fazer, mas quando o vídeo começa, somos surpreendidos! É impressionante toda a força e habilidade que ela tem, principalmente pelo fato de ela não parecer com os “padrões” de ginastas e dançarinos.

Não estamos dizendo que quem é magro não é saudável ou não pode fazer o mesmo que ela… Não é isso. O que todos nós queremos é desconstruir padrões e crenças impostas pela sociedade, além de fazer com que cada um de nós aceite nosso corpo do jeitinho que ele é!

Devemos nos cuidar e nos amar da maneira que somos… Quando entendemos isso, a mágica acontece!



P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page