top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Governos Inoperantes e Ineficientes Para atender a População e Empresários

Governos eficientes preza pela saúde da sua população, pela saúde financeira das empresas, pois, qualquer administrador eficiente deve entender que a riqueza do município, estado e país passa pela quantidade e qualidade de sua população, pela quantidade de suas empresas do setor urbano e rural, que são responsáveis pela geração de riquezas, pois, o poder público na realidade nem gera nada, pelo contrário, somente consome e onera a riqueza gerada pelas empresas urbanas e rurais pelo trabalho físico ou intelectual de seus trabalhadores, os quais na maioria das vezes também são explorados, mas essa já é outra história.

Quem gera na realidade as riquezas, são os trabalhadores do agronegócio, do comércio e da indústria, essas empresas precisas dos trabalhadores, pessoas eficientes e com saúde, nem mesmo o sistema financeiro gera riqueza, pelo contrário, explora o trabalho, e as riquezas produzidas pelo comércio, pelas indústrias, pelo agronegócio, enfim, neste momento de pandemia, a população, as empresas precisariam ter atenção especial dos governos, para que as pessoas sobreviva e as empresas também, pois são as riquezas de um município, estado e país.


Todavia, são de certa maneira os mais abandonados, pois de um lado tem um governo federal inoperante e ignorante que relega a população ao caos, joga a população e empresários no desespero, ao invés de criar programa adequado e com fundo suficiente para atender as empresas e a população.



Foi lançado o pronampe, mas para começar o financiamento somente atende 30% da renda operada pela empresa no ano anterior, sendo que a pandemia vai comprometer mais de 50% da renda das empresas no ano em andamento, por outro lado, a maioria das empresas e empresários nem encontra os recursos disponíveis para o financiamento, ou seja, os recursos disponibilizados para atender são insuficientes, ou seja, descaso com as empresas e população, pois, como as empresas podem manter seus compromissos trabalhando bem abaixo de suas capacidades.


Devemos salientar, que é um financiamento, as empresas e empresários deverão pagar, e com juros acima do pago pelos sistemas financeiros quando qualquer um vai fazer uma poupança, ou seja, mesmo numa pandemia, a exploração aos empresários e trabalhares continua, falta empatia de todos os lados.


Por outro lado, muitos prefeitos, governadores estão de certo modo fazendo o trabalho de preservar vidas, impedindo e dificultando o funcionamento de empresas, bem como a ida e vinda de pessoas, o que de certo modo está correto, todavia, parece ignorar que as pessoas e empresas precisam sobreviver, e para isso os governos precisariam neste momento estender a mãos as pessoas e empresas garantindo a sobrevivência de todos, pois, o município, estado e país precisa de sua população e empresas funcionando.


Todavia, muitos municípios lançam mão de multar muitas empresas e empresários que no desespero para manterem as suas empresas e seus compromissos insistem em trabalhar, alguns por completa ignorância e crença na estupidez de um presidente da república genocida, o qual brinca com a vida da população e das empresas, outros, mesmo sabendo dos riscos de uma verdadeira “roleta russa”, insiste em trabalhar procurando sobreviver, pois, os poderes públicos, o estado nem apresentou ou apresenta soluções que atenda de fato a população e as empresas, somente exploram e criam o caos.


Todos os funcionários públicos, todos os políticos, todo sistema judiciário, legislativo e executivo, vive da riqueza e do trabalho da população no agronegócio, no comércio e na indústria, todavia, nestas horas os políticos e funcionários públicos nas diversas esferas continuam recebendo os seus pagamentos e alguns até esbanjando os recursos públicos em detrimento da população e empresários relegados aos descasos e a “roleta russa”.


Obviamente qualquer pessoa pensante, deveria ter melhor comportamento do que um rato na época da peste negra, todavia, muitos por desespero e outros por pura estupidez e ignorância estão agindo pior do que os ratos naquela época, enquanto isso, gestores municipais, estaduais e presidente ao invés de se unir para salvar a população e empresas, estão preocupados com seus ganhos e trabalhando para a eleição acontecer, ao invés de estar empenhados em salvar a população e empresas do município, estado e país e até adiar as eleições para 2022, pois até novembro a população nem estará vacinada contra o corona vírus.


Por: Maurilio Trindade Aun

Imagem: Brasil 247

P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page