• A Folha do Vale - Jornal e Site

Família é único laço eterno, diz Márcia Fernandes. Entenda a reencarnação


Segundo a sensitiva Márcia Fernandes, nenhum laço entre as pessoas presentes em nossa vida terrena é mais intenso que o familiar. Por mais popular que seja a crença em 'almas gêmeas', a mais profunda conexão em nossas vidas é sempre uma herança de conexões familiares.

Em live promovida nesta terça-feira (4) por Universa, Márcia comentou a relação entre família e reencarnação, segundo a visão espiritualista. A especialista também explicou a relação dos animais com a reencarnação, bem como as motivações de nossos reencontros na vida terrena.


O que é reencarnação? Amplamente estudada por Allan Kardec, educador e influente autor no espiritismo, a reencarnação diz respeito ao retorno à vida terrena após a partida para o plano espiritual.


Segundo Márcia Fernandes, o desencarnar nos leva à forma de perispírito, um elemento intermediário que serve para unir o corpo e o espírito. Nesta forma, a pessoa deixa o corpo na Terra e segue de encontro aos engenheiros em outra dimensão, para ver qual será seu destino na próxima encarnação.


A reencarnação, portanto, é uma nova oportunidade. "A vida que você tem aqui e agora é para o seu crescimento e você tem o livre arbítrio de fazer ou não", destaca Márcia. Mesmo servindo para resolver questões pendentes ou fortalecer amizades, a reencarnação não dita o que deve ser feito, mas cria reflexos de como serão as relações atuais.


Considerando o livre-arbítrio e poder das escolhas, é importante lembrar de seu compromisso cármico. "Tudo que você faz, recebe de volta", salienta. Portanto, todos os acontecimentos desta vida irão refletir nas próximas.


A especialista também destaca que até os sete anos de idade, as crianças lembram das vidas passadas. O esquecimento ocorrido quando se desencarna faz parte de um período chamado de perturbação, que serve como o despertar de um sono profundo, desapegando o espírito da matéria.


Reencarnação e família Segundo a sensitiva, nossos familiares estão presentes em todas as nossas vidas. Porém, eles podem 'mudar de lugar': o marido nesta encarnação pode ter sido um filho na última, por exemplo.


As relações criadas entre familiares, de cuidados, comportamentos e afeto, também são reflexo dos laços criados em vidas passadas. "Vou olhar nos olhos, reconhecer aquela pessoa e cuidar dela", diz.


Após a análise de seus débitos e créditos em vida, o perispírito encontra um caminho a seguir. De acordo com a ordem espiritual, cada pessoa permanecerá envolta neste emaranhamento cósmico com seus familiares, devendo cumprir suas pendências no retorno ao corpo.


"Não é uma escolha, é a lei espiritual. Você fica entrelaçado". No caso de débitos com familiares, como grandes brigas ou mortes, a única forma de melhorar essas pendências vai de receber o perdão de quem foi ferido.


"É esse o sentido da reencarnação". Márcia também salienta que não existe um número específico de reencarnações. "Você reencarna quantas vezes forem necessárias para seu desenvolvimento".


Matéria Completa


Espiritualidade & Religião

Guia Digital de Juara

Guia Digital de Brasnorte

Guia Digital de Juína



Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/4