top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Chás indicados para recompor a energia e a vitalidade, ideais para realização das atividades do dia


Além do café, alguns chás podem ser preparados e consumidos fim de aumentar o nível de energia e motivação para realização das mais diversas atividades, com foco, com atenção.

  • Fruto do cacau (pó)

  • Fruto do guaraná (pó)

  • Erva mate (folhas)

  • Ginseng (pó ou raiz)

  • Ginseng da siberia – Eleuterococo (pó ou raiz)

  • Raiz de ouro – Rodiola (pó ou raiz)

  • Chá da índia ou Camellia sinensis (folhas) (Chá verde)

O chá da índia pode ser feito de várias maneiras, que praticamente mantêm as mesmas substâncias, mas em concentrações diferentes por causa dos processos de preparação.

Obviamente que no chá preto, haverá maior concentração de cafeína e teobromina.

No Brasil, estudos indicam que há espécies produtoras de alimentos estimulantes contendo os alcalóides cafeína e teobromina como o café, o fruto do cacau, a erva-mate, o fruto do guaraná e o chá-da-índia. (RESENDE, Marcos Deon Vilela de. Software SELEGEN – REML/BLUP. Embrapa, 2002.)

Os trabalhos clínicos sobre o ginseng da sibéria, o ginseng e a rhodiola, também conhecida como raiz de ouro, uma raiz de origem siberiana, indicam que essas plantas são de propriedades adaptógenas relacionadas com os seus efeitos neuroprotetores e sobre as funções cognitivas em caso de fadiga.



P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page