top of page
GUPET.jpg
Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Calamidade pública num trajeto da MT 170 que liga Castanheira a Colniza em MT

Os municípios de Juruena, Cotriguaçu, Aripuanã e Colniza padecem há anos pelo péssimo trajeto que a MT 170, antiga BR 174 fica todos os anos nos períodos de chuvas, isso sem dizer da péssima manutenção mesmo fora dos períodos de chuvas, resultando obviamente no caos nos períodos de chuvas.



No ano passado, o governo estadual solicitou ao governo federal que retornasse a responsabilidade da rodovia ao governo estadual, pois um movimento para tornar rodovia federal iniciou em 2008 e essa rodovia desde 2012 passou a ser BR 174 sob a responsabilidade do governo federal, nesse tempo, apesar de no governo federal com o PAC-2 ter sido assinado pelo governo federal na época da ex-presidente Dilma, resultando inclusive que o ex-governador Silval Barbosa realizasse um processo de licitação na época, todavia, o governador que venceu o pleito, Taques na época, anulou a licitação e desde aquele tempo, nada mais foi realizado para realizar a pavimentação da rodovia.


Desta forma, desde meados do ano passado o governo estadual buscou chamar para si a responsabilidade de cuidar desse trajeto de Castanheira a Colniza (271,6 KM), inclusive garantindo a todos os prefeitos e lideranças da região que essa pavimentação vai acontecer, aliás, as informações são de que a obra foi dividida em seis lotes, sendo que em quatro deles (1, 2, 3 e 6), que totalizam 176,6 km, os projetos executivos foram aprovados e a ordem de serviço já foi assinada, aliás, tem umas 3 empresas que já iniciaram a instalação de canteiros de obras, mas enquanto isso nem acontece, o ir e vir está complicado nesse trajeto entre Castanheira e Colniza.


Para completar o trajeto até Colniza, resta outros dois lotes (4 e 5), com aproximadamente 95 km entre Juruena e Colniza, que de acordo com as informações estão em fase final de revisão de projeto. Estes dois trechos, assim como as 23 pontes, estão em andamento os encaminhamentos para serem licitados, essas são as informações.



Hoje, o trajeto de 18km de Castanheira até o Rio Vermelho está em ótimo estado, já o trajeto do Rio Vermelho ate a lanchonete Cruzeiro do Sul, sendo uns 27 km está em bom estado, sendo o único trajeto de Castanheira ate a lanchonete Cruzeiro do Sul que se observava o ano passado antes das chuvas maquinários trabalhando e fazendo as manutenções, por isso hoje é o único trajeto em bom estado.


Já da lanchonete Cruzeiro do Sul ate a altura da fazenda Garça Branca, sendo um percurso de uns 45 km, está um verdadeiro caos, aonde nem tem atoleiros, a estrada apresenta uma pista de difícil tráfego, claro, a manutenção dessa rodovia é de responsabilidade do governo do estado, apesar disso, recentemente os prefeitos de Castanheira e Juruena procuraram fazer um trabalho de socorro na rodovia, mesmo assim, temos a informação que o governo do estado teria empresa para a manutenção da rodovia, portanto, cadê a tal manutenção? Cadê os maquinários ao longo da rodovia para manter o ir e vir, sem necessidade das pessoas dormir na estrada simplesmente devido aos atoleiros que ocorre nas chuvas.


Por: Maurilio Trindade Aun


Comments


P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page