top of page
GUPET.jpg
Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Carol Costa, Plante suas próprias sementes! Dica de escritora jardineira


É Semente: Feijão, Amendoim, Milho (de estalar pipoca)

Tem Semente: Abobora, tomates, quiabo, pimentões. Frutas: Mexerica, melão, melancia, mamão, maças laranja, Jaca, uvas!

Brota em água: Gengibre, Inhame, Batata doce, cenoura!


Um punhado de terra, água e algumas sementes, daquelas que todos nós temos em casa. Esse é o início de uma horta e o começo de jornada incrível que brotará bem na sua frente. Tem tomates em casa? Pimentão? Abóbora ou abobrinha? Qualquer um desses vegetais possuem sementes que descartamos sem ao mesmo lembrar que ali, naquele pedacinho minúsculo, tem uma promessa de planta pronta pra continuar o seu ciclo. Sementes de pimentão que iriam pro lixo podem ganhar a chance de brotar.


Separe algumas e, antes de colocá-las na terra, lave pra remover a substância pegajosa que as envolve e seque-as bem. Se tiver tomate, dá pra semear também, só precisa de um papel-toalha pra deixar as sementinhas secando à sombra. Em um ou dois dias, elas estarão prontas pra ir pra terra.


Sementes maiores, como a de abóbora, abobrinha e moranga, podem ser testadas antes de serem plantadas. Aqui tem um truque esperto que a louca das plantas mostra no vídeo: deixe as sementes por algum tempo dentro de um copo com água. As que boiarem, não germinarão – é normal algumas sementes não terem nada dentro além de ar. Use pra plantar as sementes do fundo do copo e, sua espera será recompensada com brotinhos esticando seus bracinhos pra crescerem felizes.


Alguns vegetais, como cenouras, rabanetes, alfaces e rúculas, por exemplo, chegam nas nossas casas numa fase em que a planta não produz sementes. Pois é, todas essas espécies também dão sementes, mas colhemos pra consumir as folhas enquanto estão tenras ou quando elas estão com as raízes bem suculentas, muito antes de darem flores e sementes. Pra essas, semeie usando pacotinhos de sementes desenvolvidos pra plantio, facilmente encontrados em garden centers, supermercados, e na internet.


Carol mostra no vídeo um pacote de sementes da Isla Sementes, onde dá até pra saber qual a taxa de germinação de cada espécie.


Tá sem vasos? Calma, não precisa sair correndo pra comprar um. Por enquanto, cada semente precisa de uma quantidade tão pequena de substrato, que dá pra usar rolinhos de papel higiênico como berçários. Faça quatro cortes na base, dobre como se fosse uma caixinha e encha os tubinhos com terra. Plante a semente, molhe gentilmente e, pronto! Um berço perfeito pra uma futura plantinha enquanto elas germinam, você providencia um vaso maior com calma. Viu como dá pra começar a plantar ainda hoje?


É gratificante ver as folhas surgirem no meio do substrato e acompanhar tudo de pertinho, aí na sua casa. Enquanto a semente germina, você sentirá a alegria e aquele quentinho no coração crescendo a cada dia. Esse é o desejo da nossa jardineira-professora: trazer o verde pra sua vida e, com ele, uma porção de sentimentos bons – até alguns que possam estar adormecidos em você.


Por: Carol Costa | Jardineira de plantão!


Saúde em Foco




Comments


P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page