• A Folha do Vale - Jornal e Site

Feng Shui objetos de decoração podem potencializar ou drenar a sua energia


Cada casa, assim como cada pessoa, possui qualidades especiais e quanto mais você enfatizar os aspectos positivos do seu lar, mais positivo ele se tornará. Quando você encontra o bem na sua casa, você está criando as condições corretas para que as pessoas que vivem nela descubram o bem em si mesmas, pois o bem que vemos em um se refletirá no outro.

Sua casa é um reflexo de você, ela cumpre várias funções na sua vida. No plano físico, ela a abriga dos elementos e lhe oferece proteção e privacidade. Além disso, também é um lugar onde você pode relaxar e ser você mesmo. Ela pode atuar como uma tela em branco para sua autoexpressão sendo também uma expressão externa do seu interior. Por isso devemos perceber tudo que implantamos em nossa casa, o que nos espelha: alguns objetos, qual a sensações das cores se estão de acordo com que desejamos. A nossa casa deve ser um espelho da nossa identidade e dos nossos ideais, criar âncoras para o fluxo do Chi em direção aos nossos objetivos.


Roupas também. Analise com qual intensão cada peça de vestuário foi adquirida, se a intenção foi e é benevolente e você sente-se bem e gosta da roupas, ótimo! Noutros casos... coloque-a para fora do lar.

Neste contexto, o Feng Shui é muito utilizado nesta energização de espaços de residências ou de trabalho, pois é uma técnica de harmonização de ambientes através do equilíbrio das forças Yin e Yang e do perfeito sincronismo do ciclo construtivo, representado pelos elementos da natureza em harmonia: água, madeira, fogo, terra e metal. Com esse movimento podemos potencializar a frequência energética de todas as áreas da vida, obtendo mais clareza nos reais objetivos e assim sua realização.



Um dos pontos de trabalho do Feng Shui refere-se aos objetos, alguns deles usamos como itens de decoração, que compõe nossa casa, pois eles contêm significados profundos. Nosso inconsciente organiza e reorganiza o exterior de forma simbólica, para a percepção e integração da totalidade, e isso ocorre naturalmente. E assim esses objetos podem potencializar ou drenar nossa energia. Por isso é importante avaliarmos esses objetos de decoração, “coisas” guardadas, liberar essas energias que talvez não nos pertença mais ou potencializar aquelas que estão na nossa frequência.

Faça perguntas a respeito dos objetos e avalie o que está ao seu redor:

  • Por que estou guardando isto?

  • Eu realmente preciso desse objeto?

  • Isso realmente combina com quem sou?

  • Como me sinto perto desse objeto?

  • Quais as memórias associadas a ele?

E lembre-se: sua casa deve ser o reflexo das conquistas, dos sonhos, dos gostos. É o descanso da alma e o lugar aonde criamos o nosso futuro. Com essa harmonização conseguimos conduzir o fluxo energético para nos movimentar em direção ao verdadeiro propósito da alma. Sua casa precisa de você como você precisa dela.


Tatiana de Melo Xavier – consultora e facilitadora de Feng Shui


AudioLivros & Vídeo

Saúde em Foco

Projetar e Construir

Finanças e Contabilidade


Guia Digital de Aripuanã

Guia Digital de Brasnorte

Guia Digital de Castanheira

Guia Digital de Cotriguaçu

Guia Digital de Colniza

Guia Digital de Juína

Guia Digital de Juara

Guia Digital de Juruena

Guia Digital de Itanhangá

Guia Digital de Porto dos Gaúchos

Guia Digital de Novo Horizonte do Norte

Guia Digital de Tabaporã

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/1

1/1

1/1

1/3