top of page
GUPET.jpg
Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Inspirado em cupinzeiros, designer cria vasos para combater desertificação

Estruturas produzidas com recursos locais, podem ajudar a reter umidade no solo e regular temperatura ambiente.

Foto: Zihao Fang | Designer Aquastor

O designer Zihao Fang buscou inspiração na natureza para desenvolver o Aquastor, uma estrutura biodegradável projetada para combater a expansão dos desertos, produzida unicamente com os recursos locais disponíveis.

O projeto de Aquastor está baseado em uma pesquisa da Universidade de Princeton, que mostra que os cupinzeiros podem evitar que terras férteis transformem em deserto, armazenando umidade e nutrientes em seus túneis subterrâneos.

Muito parecido com um cupinzeiro, os vasos projetados por Zihao são fabricados a partir de uma mistura de materiais incluindo argila, areia, folhas secas e exoesqueletos. Sua construção oca retém água e tem uma estrutura que lembra dois cones empilhados, com o menor projetado para ser enterrado no solo.



Dessa forma a umidade é canalizada para o solo, enquanto melhora a circulação do ar e reduz as temperaturas perto da superfície”, explica o designer. “Com o tempo, o vaso se quebrará completamente para fornecer nutrientes ao solo”.

O uso de um conjunto de vasos constitui um método local de baixo custo e baixa tecnologia para apoiar o crescimento da vida vegetal nas terras áridas do mundo, que já constituem 40% da superfície terrestre.


Desertificação

A desertificação é uma ameaça cada vez maior, devido a uma combinação entre mudanças climáticas e atividades humanas, como desmatamento e práticas agrícolas insustentáveis.

“Embora a degradação da terra tenha ocorrido ao longo da história, o ritmo acelerou, atingindo 30 a 35 vezes a taxa histórica”, declarou o designer em uma entrevista.


Foto: Zihao Fang | Designer Aquastor

“EU QUERIA USAR O MÉTODO DE MENOR CUSTO PARA RESOLVER OS PROBLEMAS DE TEMPERATURA E UMIDADE NO DESERTO.”