top of page
GUPET.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Menina de 5 anos cria cartões para idosos e quebra cofrinho para dar presente a abrigo


“Eu fico com a pureza da respostas das crianças…”! Em meio a um mundo cheio de acontecimentos conflituosos, a atitude de uma menina de 5 anos de idade vem pra acalentar nossos corações.

Aryana Chopra confeccionou à mão, nos Estados Unidos, 200 cartões de Ano Novo para entregar a idosos e doentes de uma casa de repouso. Isso mesmo! Ela própria desenhou e escreveu mensagens para os velhinhos e pacientes em centenas de cartinhas diferentes.

“Tive a ideia de fazer cartões para as pessoas na casa de repouso que não podem sair e encontrar seus amigos e familiares por causa do coronavírus”, disse Aryana. Quando os pais souberam, apoiaram na hora. Até porque o pai de Aryana é médico e trabalha na linha de frente do tratamento de pacientes com o novo coronavírus.


Mas quando a mãe da garota, Shachi Chopra, procurou saber quantos moradores havia no abrigo da cidade, em Vestal, achou que seria impossível para a filha confeccionar tantos cartões. Mas se surpreendeu com a determinação da filha.

“Eles me disseram que eram 200 pessoas na casa de repouso. Voltei para Aryana e perguntei: ‘Você será capaz de fazer 200 cartas?’, e ela disse: ‘Sim, mamãe, eu posso fazer isso’. Por ela, com pouca idade, estar pensando assim, meu coração derreteu totalmente”, confessou Shachi.

Aryana dedicou as duas semanas de férias escolares ao seu objetivo e fez um desenho exclusivo para cada cartão diferente, como arco-íris e bonecos de neve. Tudo o que ela queria era levar um pouco de alegria para eles na pandemia… E conseguiu.


“Ela queria um bolo, mas o bolo não foi permitido por causa da pandemia. Então nós demos uma estátua de Papai Noel e um grande vaso”, disse a mãe.

Vocês têm noção que essa criancinha de 5 anos transformou o réveillon de 200 idosos e pessoas debilitadas em algo mágico e muito especial? Ela espera que um dia, “assim que o coronavírus desaparecer“, possa visitá-los. “Quero ver como se sentem depois de receberem meus cartões”, disse.

“Ela é muito generosa”, disse a mãe, relatando que a filha falou que a maior retribuição desse seu gesto é receber as bênçãos das 200 pessoas que ela presenteou. Ah, Aryana, você tem que receber as bênçãos do mundo todo! 🥰

A conterrânea e xará de Aryana, a cantora Ariana Grande, disse em uma de suas músicas que Deus é uma mulher… E eu diria mais: Deus é uma criança!


Aryana com todos os presentes que ela enviou ao abrigo. Foto: Arquivo pessoal

Por: Rafael Melo | Razões para Acreditar


Saúde em Foco


Comments


P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page