top of page
GUPET.jpg
Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Terça feira histórica para Castanheira

O município de Castanheira viverá nesta terça-feira, 29, um momento histórico. Em cerimônia que acontece no Centro de Eventos do Idoso, no Bairro Santa Rita, a partir das 10 horas, serão entregues 300 títulos de posse definitiva a residenciais urbanos, dentro do projeto desenvolvido pelo governo municipal que visa zerar o índice de propriedades sem títulos no município.

“Será um momento especial para nós”, destaca o prefeito Jakson de Oliveira Rios Júnior, o Juninho, lembrando que se trata apenas de uma etapa, pois através de várias frentes, envolvendo trabalho de equipe da própria Prefeitura, Governo do Estado, por meio da MT Par (MT Participações) e do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), no final mais de 700 títulos definitivos serão entregues.

Juninho destaca que este trabalho “está a todo vapor” e muitos castanheirenses já foram contemplados nos últimos meses, numa rotina semanal, através da etapa desenvolvida pela Prefeitura. Só num dia da semana passada, por exemplo, em torno de 6 títulos foram entregues. Com isto, multiplicam-se os depoimentos de pessoas que já usufruem dos benefícios da regularização.

Ao assumir a administração, além de manter projetos que já colocavam Castanheira em destaque no cenário regional, como o início do “pavimentação 100%”, já quase finalizado, e o maior volume de obras de infraestrutura da história do munícipio, nos setores urbano e rural, Juninho incorporou outros desafios nunca enfrentados, um deles regularizar os lotes urbanos na cidade, então com percentuais pífios, sendo um dos fatores do fraco avanço do setor imobiliário na cidade.

“Já estou com minha área, na região do Santo Antônio, regularizada e já consegui recursos para executar algumas obras que almejávamos”, diz, feliz, um dos contemplados. Juninho tem certeza que daqui pra frente relatos como este vão ser correntes no município, com a visibilidade de muitos empreendimentos no setor imobiliário, movimentando a economia do município.


Por: Vivaldo S. de Melo | Assessoria de Comunicação


Comments


P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page