top of page
GUPET.jpg
Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

Em Brasnorte prefeito eleito coincidiu com dados de pesquisa eleitoral

Prefeito eleito ja fez a nomeação da equipe de transição


Em Brasnorte, o atual prefeito no cargo, Mauro Rui Heisler pode quase se aposentar de tantos anos que trabalha como prefeito e/ou como vice-prefeito, e, o mesmo sabe muito bem usar a máquina pública para fazer as suas campanhas de reeleição, fato que parecia que influenciaria muito mais em sua tentativa de se reeleger.

Todavia, o prefeito eleito, Edelo Ferrari (DEM) conseguiu votos bem acima dos 45,50% das intenções de voto que a pesquisa vinha apontado, claro, nesta mesma pesquisa, o atual prefeito aparecia com 21%, ou seja, o atual prefeito também superou os percentuais que a pesquisa vinha apontando, todavia praticamente nos mesmos percentuais aos dois candidatos.

Para uma melhor comparação, a pesquisa apontava em torno de 45,50% para o prefeito eleito, Edelo Ferrari, mas ele venceu com 62,27% que correspondeu a 4.904 dos votos válidos, portanto, um aumento de 16,77% de votos a mais em relação à pesquisa.


De outro lado, o atual prefeito era apontado na pesquisa com 21% das intenções de voto, mas teve 37,73% que correspondeu a 2.971 dos votos válidos, ou seja, teve um aumento de 16,73% em relação à pesquisa.


Portanto, o resultado da eleição se manteve praticamente nos percentuais da pesquisa, pois os dois candidatos cresceram os mesmos percentuais de intenções de votos dos moradores no resultado nas uras, que foi de 16,77% para Edelo Ferrari e 16.73% para Mauro Rui, logo, as urnas confirmaram a pesquisa eleitoral.



O atual prefeito, Edelo Ferrari (DEM) já nomeio a equipe de transição, a qual é composta por Wilian Braz Oliveira, Sônia Maria Colombo, Giovan Luis Burg, Fernanda Varaschin Caeron, Émerson Miranda e o Dr Thiago José Lipst advogado que atuou na eleição enquanto assessoria juridica do prefeito eleito.


Essa equipe de transição de certo modo pode ser nos moldes da a Lei Federal nº 10609/2002 que regulamenta a transição para presidente da republica, bem como, na resolução normativa nº 19/2016 do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE), todavia, compete ao prefeito em exercício regulamentar a lei que regulamenta a equipe de transição, a qual deve tomar ciência de todas as ações públicas que a atual administração está efetuando, para que a próxima administração possa iniciar sem surpresas e sem dificuldades.


Pois, compete ao Prefeito que está deixando o cargo regulamentar o processo de transição. Temos de lembrar que não há regulamentação nacional sobre o tema, tendo em vista a autonomia administrativa dos entes federados (Art. 18 – A organização político-administrativa da República Federativa do Brasil compreende a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, todos autônomos nos termos desta Constituição). Assim, os municípios estão livres para regulamentar o processo de transição conforme sua realidade.


Para legislar e fiscalizar, o poder legislativo será composto pelos seguintes parlamentares:


Dr Norberto Junior do DEM com 593 votos, que corresponde a 7,50% dos votos válidos;


Professor Genival Gerra do PSD com 395 votos, que corresponde a 5,00% dos votos válidos;


Evanildo Rikbakta do PSD com 391 votos, que corresponde a 4,95% dos votos válidos;


Gilmar da Obras do PSD com 363 votos, que corresponde a 4,59% dos votos válidos;


Roberto Marcelo do PSB com 331 votos, que corresponde a 4,19% dos votos válidos;


Claudio Campos do PSC com 305 votos, que corresponde a 3,86% dos votos válidos;


Manico do PTB com 288 votos, que corresponde a 3,64% dos votos válidos;


Reginaldo Carreirinha do MDB com 247 votos, que corresponde a 3,12% dos votos válidos;


Celia Poletto do DEM com 188 votos, que corresponde a 2,38% dos votos válidos.



Por: Maurilio Trindade Aun

P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page