• A Folha do Vale - Jornal e Site

Capim-cidreira alivia a gripe e serve como repelente contra mosquitos


Não é por acaso que o capim-limão carrega também o apelido de “capim-santo”: com seu aroma e sabor cítricos e sua versatilidade, a planta pode ser preparada como chá, medicamento ou até mesmo como repelente – capaz de trazer benefícios para saúde, para o prazer de nosso paladar, para aliviar os sintomas de uma gripe e até de espantar mosquitos. Também conhecido como capim-cidreira, chá-de-estrada, ou capim-cheiroso, a planta herbácea da família Poaceae e de nome científico Cymbopogon citratus é facilmente encontrada em lojas de produtos naturais nos mais variados formatos para consumo – mas é em sua forma natural que ela melhor pode ser aproveitada.

Excelente fonte de vitaminas A, do complexo B e vitamina C, rica em ferro, zinco e magnésio, o capim-limão oferece efeito antioxidante e analgésico – sendo assim uma opção natural para aliviar dores de cabeça e enxaquecas. A planta possui uma propriedade chamada citral, que reduz efeitos inflamatórios e ajuda a aprimorar nosso sistema imunológico, além de provocar um leve efeito sedativo, capaz de relaxar os músculos e resultar uma noite melhor de sono – o capim-limão, portanto, também ajuda a melhorar os casos de insônia, especialmente se consumido em chá pouco antes de se deitar.

Se o chá é sua forma mais comum de utilização, o Capim-limão pode também ser preparado em forma de compressa – aplicada sobre pontos de dor ou inflamação –, para inalação com a planta triturada em água quente ou misturando seu óleo com a água ou mesmo em suco. Tanto o chá quanto o preparo para a inalação são excelentes medicamentos naturais contra sintomas da gripe como o catarro, dores de cabeça, tosse e mesmo asma – a planta tem função expectorante e é capaz de reduzir a febre. É bom lembrar que se trata de um capim “santo” quase parece milagroso, ao também ajudar no funcionamento do fígado, dos rins, estimular a transpiração e até amenizar efeitos do reumatismo.

Chá e repelente

O efeito do Capim-limão contra os mosquitos pode ser alcançado com a mera presença da planta em uma casa ou ambiente, mas para um impacto maior e mais imediato, um óleo repelente pode ser preparado – com 200 gramas de folha verde ou 100 gramas de folha seca cortada em pedaços, e misturada com meio litro de álcool 70% misturadas em um frasco tampado e escuro e reservado por 7 dias. Ao longo do período, vale misturar o líquido duas vezes por dia – ao fim do tempo, passar o resultado por um filtro de papel ou de pano, e guardar o líquido em um pote fechado e também de cor escura – em seguida acrescentar óleo de semente de girassol ou outro óleo vegetal para passar no corpo.

O chá de Capim-limão pode ser preparado com 1 colher de chá de folhas picadas pequenas numa xícara, e em seguida cobrir as folhas com água fervente e misturar. Depois de deixar esfriar e coar a mistura, a bebida deve ser preferencialmente consumida assim – sem adoçantes. O preparo do chá é também o princípio do preparo das compressas para aplicação sobre ponto de dor ou inflamação, mas pode ser feita com uma maior quantidade de folhas.


Por: Vitor Paiva


AudioLivros & Vídeos

Projetar e Construir

Saúde em Foco


Guia Digital de Aripuanã

Guia Digital de Brasnorte

Guia Digital de Castanheira

Guia Digital de Cotriguaçu

Guia Digital de Colniza

Guia Digital de Juína

Guia Digital de Juara

Guia Digital de Juruena

Guia Digital de Itanhangá

Guia Digital de Porto dos Gaúchos

Guia Digital de Novo Horizonte do Norte

Guia Digital de Tabaporã

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/1

1/1

1/1

1/3