• A Folha do Vale - Jornal e Site

O que, para mim consciente ou inconsciente é necessário para que eu receba amor? Reflexões de vida


Este, talvez, seja um questionamento que talvez nunca tenhamos feito à nós mesmo. E este é um auto questionamento que liberta nossa essência, a divindade que em nós habita, para que esta aja por nós, e através de nós, nos acolha, cure e proteja de todo e qualquer aparente infortúnio.


A resposta à este questionamento revela nossos padrões internos, reflete nossa conduta pois também é um indicativo 'do que os outros precisam fazer à nós (consciente ou inconscientemente) para que também sejam dignos de 'amar, e serem amados'. 'Todas as hierarquias superiores dirigem-se à nós como "amados".... amados amigos e irmãos (pois todos nós somos).


A questão é que a percepção de 'Ser merecedor de Afetividade, de Prosperidade, de Respeito, de Carinho, de Atenção e Acolhimento, é o Ponto chave que derruba os dilemas por traz de todas as desordens sociais e afetivas. Este 'padrão' nós assimilamos e vamos construindo desde nossa infância, até o presente momento.


Há quem atrele o sentimento de merecimento de 'amor e afetividade' à pena... ao vitimismo (pois consciente ou inconscientemente percebeu que apenas quando se 'manifesta' assim que recebe 'manifestações' de apoio, acolhimento, aceitação e carinho 'dos outros'... (Os outros podem ser: filhos, irmãos, pais, familiares, colegas de trabalho, amigos, figuras de 'autoridade... enfim).


Há quem atrele o sentimento de merecimento de 'amor e afetividade' à dor/sofrimento! (Isto tem uma origem 'histórica' com 'fundamentos religiosos, interpretados de forma equivocada... do tipo... que 'vivendo em escassez, miséria, provações, dores e angústias... será 'merecedor/a' de um 'lugar no céu'). A questão é 'que aqui é o céu', e somos nós os/as responsáveis para criar condições e recursos que nos façam nutrir constante apreço e Paixão pela vida... pela existência.


Há quem atrele o sentimento de merecimento de 'amor e afetividade' à concessão, à doar-se 'de corpo e alma' pelo bem estar de pessoas próximas/queridas, mesmo que isto implique em cansaço físico e esgotamento mental/emocional.


Há que atrele o sentimento de merecimento de amor e afetividade, 'a bens e posses', bem do tipo: quanto mais recursos materiais e financeiros tiver... mais 'irão me amar e aceitar', e permanecerão 'próximos'.


São extremos, e todos nós em algum momento observamos e também vivenciamos estes padrões, e se todos eles fossem 'verdades absolutas' o bem absoluto reinaria na terra e nenhuma desordem, agressão ou contenda se manifestaria.


O que verdadeiramente devemos prezar 'para que o amor e afetividade' sejam partes vivas de nossa existência deve ser: Lealdade (para conosco, para com nosso ser, nossa alma, nossa essência e espírito), Compromisso (para que nos aprimoremos de forma contínua), Respeito (para com todos os homens e mulheres que possibilitaram a nossa chegada até aqui), Consideração (para com aqueles que nos proporcionam condições de evolução e aprendizado), Querer-se bem (Isso é básico. Não permita em tua mente e em teu coração pessoas, fatos e acontecimentos que gerem 'irritação'/ mágoa/ revolta).


Ame-se de verdade... aceite seu corpo do jeito que é! Agradeça por cada célula e órgãos do teu corpo 'que funcionam em plena harmonia e perfeição. Filtre e seja altamente criterioso/a com os conteúdos que decide ver/ ler/ assistir/ ouvir.

Dê-se o privilégio de acolher, abençoar e agradecer por toda sua trajetória de vida, e aceite-se incondicionalmente, pois cada um de nós somos um ser único, e isto é maravilhoso! Este é o milagre da vida! E aceitar-se, amar-se, gostar-se, tratar-se bem é acolher a divindade que 'você é' e assim também perceber 'a divindade' no outro.

'O nosso mundo', reflete o nosso estado interno. Veremos 'amor fora' quando 'isto estiver em nós', quando nutrirmos de forma consciente e silenciosamente, apreço e paixão por nossa existência, por nossa vida e nos concedamos eternamente, todos os recursos e condições necessárias à manifestação e materialização de sonhos... E ao invés de voltarmos nossa consciência ao passado 'ou ao futuro' conseguimos voltar nossa atenção completamente em nós e percebemos o MILAGRE DIVINO que somos, e realinhamos nosso Campo Eletromagnético com o sentimento de Gratidão. A gratidão é possível quando estamos voltados às bênçãos do presente que é a nossa vida!.


Por: Elizangela Trindade | Direção do Jornal A Folha do Vale


AudioLivros & Vídeo

Saúde em Foco

Projetar e Construir

Finanças e Contabilidade


Guia Digital de Aripuanã

Guia Digital de Brasnorte

Guia Digital de Castanheira

Guia Digital de Cotriguaçu

Guia Digital de Colniza

Guia Digital de Juína

Guia Digital de Juara

Guia Digital de Juruena

Guia Digital de Itanhangá

Guia Digital de Porto dos Gaúchos

Guia Digital de Novo Horizonte do Norte

Guia Digital de Tabaporã

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/1

1/1

1/1

1/3