• A Folha do Vale - Jornal e Site

17 ideias para motivar sua jornada empreendedora

Atitude empreendedora. Conheça uma seleção de ideias e novos hábitos que podem ampliar seu potencial empreendedor.

Autoconhecimento

  • 1. Invista mais tempo se autoconhecendo, identificando suas forças, fraquezas e, principalmente, o que você pode realizar. Ninguém é capaz de liderar outras pessoas, se não souber se autoliderar.

  • 2. Relembre qual é o seu propósito pessoal, aquilo que realmente o coloca em movimento. Essa razão provavelmente se alterou ao longo do tempo desde quando você começou seu negócio. Por isso, ter clareza dessa evolução e do porquê você empreende hoje amplia sua capacidade de ser resiliente quando os desafios baterem à porta. Use esta ferramenta para guiar sua reflexão.

  • 3. Descubra o que faz você entrar em estado de fluxo. As ações que o deixam extremamente motivado e no ápice da sua habilidade pessoal são o caminho para você realizar feitos extraordinários como empreendedor. Você pode fazer esta autorreflexão a partir desta ferramenta.

  • 4. Resgate as melhores versões de você mesmo que ficaram pelo caminho. No caso de Gustavo Ziller, Empreendedor Endeavor, isso só aconteceu depois que ele sofreu um apagão em seu carro, no meio de uma avenida de São Paulo. Acordou dois dias depois, decidido a se reinventar. Foi então que ele revisitou seus “Gustavos” de muitos anos atrás para se tornar mais completo. Conheça o seu Day1.

  • 5. Essas ideias iniciais parecem tarefa para um ano inteiro, certo? Então, use estas reflexões para fazer o seu planejamento estratégico pessoal.

Inteligência Emocional

  • 6. Cultive sua inteligência emocional com a mesma energia que busca conhecimento técnico. Trabalhe diariamente os cinco componentes: autoconhecimento, autocontrole, motivação, empatia e habilidades sociais. Descubra neste artigo por onde começar.

  • 7. Para lidar com um ano de incertezas, desenvolva a plasticidade. Plasticidade é saber se moldar diante de uma situação nova e desafiadora, mudar, se reinventar, saber ler o que está acontecendo a sua volta e aprender as respostas certas: plasticidade é transformação.

  • 8. Seja muito bom em fracassar! Parece simples, mas a maioria está fazendo isso errado.

  • 9. E seja melhor ainda em lidar com o sucesso. Quando o empreendedor acha que “está podendo”, existe uma grande chance de se machucar. Por isso, quando surgir uma espiral positiva, faça sempre essa pergunta: nós queremos crescer “por ego” ou “por vontade de construir”?

  • 10. Para lidar com a pressão, encontre a sua própria válvula de escape. Procure sempre intercalar o dia a dia na gestão com hábitos e hobbies que lhe façam bem. Esportes, culinária, atividades intelectuais, viagens… não importa quais sejam. O que vale é equilibrar. Pelo bem da gestão e da vida.

Gestão do Tempo

  • 11. Acorde mais cedo do que todo mundo. Ou seja o último a dormir. Não importa se você é mais fã do dia ou da noite, o importante é encontrar espaços na agenda para trabalhar sem interrupções e se dividir entre a família, o negócio e suas paixões. No caso do Vitor, empreendedor da Contabilizei, isso significa acordar às 4h30 da manhã.

  • 12. Na briga entre o que é importante e urgente, não deixe que os incêndios de todo dia o impeçam de olhar a estratégia maior da sua empresa. Use esta matriz de gestão do tempo para organizar e executar as tarefas, definindo o que é prioridade.

  • 13. Pare de estar ocupado e comece a ser produtivo. Descubra como reduzir as interrupções, fazer mais em menos tempo, criar sistemas de organização próprios e sempre executar primeiro o que for mais importante. Você deveria meditar 20 minutos por dia, a menos que esteja muito ocupado. Nesse caso, deve meditar por uma hora.

  • 14. Encare o tempo como o seu melhor recurso. Se o jeito como enxergamos nossa agenda fosse igual ao modo como encaramos as despesas e o caixa da empresa, com certeza teríamos mais disciplina no gasto e menos desperdício. Aproveite essa reflexão para entender com o que você mais quer gastar o seu tempo?

Futuro

  • 15. Ouça o conselho de Wellington Nogueira, fundador da Doutores da Alegria: não trabalhe para sobreviver, trabalhe para transcender. Para ele, trabalhar é como se plugar em uma tomada: você pode ter toda a sua energia sugada ou se sentir recarregado a cada minuto.

  • 16. Questione o jeito como as empresas tratam os funcionários e faça diferente. Crie um ambiente menos centralizado, mais flexível, distribuindo o poder e as informações entre os colaboradores. Segundo Ricardo Semler, só assim poderemos criar organizações adaptadas ao futuro.

  • 17. Por fim, questione o seu papel como agente de transformação do país. Troque as reclamações por uma reflexão mais profunda sobre o impacto que você tem nos seus funcionários, clientes, fornecedores e também na sua cidade. Aqui estão algumas provocações para você exercitar.

Conteúdo promovido pela SEBRAE

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg