• Elizangela Trindade / Jornal A Folha do Vale

Eu perdoo e agradeço a todos os meus irmãos de sangue e de coração


Engolir ressentimento e mágoas fere a alma, cultivar inveja e ciúme dilapida o ser, a família e a existência, ninguém em sã consciência deve invocar o mal à quem quer que seja, o que quer que vista, onde quer que esteja. Pois magoar ao outro, é magoar a si. A dor do outro só pode ser sentida, se você a sente na alma, quando isto acontece, você passa a gostar das pessoas, do lugar, da história e de si, da empresa, de ideias da região, pois você irá compreender a dor e passará a rezar pelo bem do mundo.


O Mal pode ser entendido como o desejo de possuir o outro, ter aquilo que ele tem sem sequer saber das lutas internas e externas que travou para construir algo de significativo à sociedade


Por: Elizangela Trindade


Espiritualidade & Religião

Guia Digital de Itanhangá

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/2

1/1

1/4