top of page
GUPET.jpg
Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg
MÍDIA DA CASTERLEITE ATUALIZADA_edited.jpg
95090b_c4ed513d5c6c4c7ab4c88326c9ab528b~mv2.png
MIDIA JORNAL A FOLHA DO VALE DISK PRÁTIC
Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg

Integração Ativa, no Guia Digital da Cidade:

IPTU: Prefeitura define taxa para 2023

Vinte por cento de desconto sobre o valor do tributo. Este é o percentual de desconto no pagamento do IPTU que a Prefeitura Municipal de Castanheira está oferecendo aos contribuintes que consigam fazê-lo em cota única até 16 de setembro.


A outra forma de quitação é em três parcelas mensais, iguais e sucessivas, mas sem desconto, com vencimentos definidos em 16 de setembro, 16 de outubro e 16 de novembro.

O Imposto Predial e Territorial Urbano é cobrado de quem tem um imóvel urbano. Pode ser casa, apartamento, sala comercial ou qualquer outro tipo de propriedade em região urbanizada, com valor variável conforme a avaliação do imóvel.


A Secretaria de Administração e Finanças do município, Sonia Pereira, lembra que todo dinheiro arrecadado com o IPTU fica no município, podendo ser usado, por exemplo, em obras de infraestrutura.

A responsabilidade do pagamento é do proprietário do imóvel. Em alguns casos, o locatário pode fazê-lo, desde que isto esteja previsto no contrato de aluguel.


A vista ou parcelado?

Uma dúvida muito comum sobre o imposto é qual a forma de pagamento é mais vantajosa: à vista ou parcelado.

No caso de Castanheira, a primeira opção oferece a vantagem de um bom desconto, considerando a média nacional dos municípios, com variação de 3% a 10% por cento.


Segundo especialistas, para quem tem dinheiro a dica é quitar à vista, aproveitando o desconto. Até pelo fato de o contribuinte não correr o risco de esquecer o pagamento nos meses seguintes.

No entanto, é importante que se faça as contas, para ver se realmente existe dinheiro para pagar sem se apertar.


Por: Assessoria de Comunicação | Dep. de Finanças e Tributos



Commenti


P.09 DA ED_edited.jpg
bottom of page