• Por: Maurilio Trindade Aun/A Folha do Vale

Mato Grosso recebe vacinas a conta gotas e as mortes aumentam


Imagem registrada por Christiano Antonucci

O estado de Mato Grosso com seus mais de 3,5 milhões de população vem recebendo as vacinas a "conta gotas", diante da incompetência do governo federal para cumprir com suas funções constitucionais, muitos governadores, alguns prefeitos têm procurado se movimentar e comprar as vacinas, direto com os institutos de pesquisa, todavia, a legislação não permite, pois, cabe ao ministério da saúde a responsabilidade pela situação, situação que motivou ação no STF para que os estados e municípios possam também comprar as vacinas para acelerar o processo de vacinação.


No caso de Mato Grosso, o governador Mauro Mendes (DEM) também já reclamou da morosidade, da lentidão do governo federal no processo da distribuição das vacinas em uma live para uma emissora de rádio, dizendo que:



“Não sou só eu, no Brasil temos outros governadores tentando comprar também, por isso precisamos dessa intermediação. Nós estamos trabalhando, neste momento, apenas com aquilo que o Ministério da Saúde está disponibilizando, mas é muito pouco. A vacina chega lentamente, prejudica nossa logística, porque recebemos 30 mil doses e eu tenho que distribuir para 141 municípios, em um Estado gigantesco como Mato Grosso. É avião voando para cá, pra lá, carro saindo, e em 15 dias chegam mais 60 mil doses. Então, [a vacina está chegando] a conta-gotas...”, afirmou o governador Mauro Mendes.


Situação que foi julgado ontem pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e possibilita aos estados e municípios também comprar as vacinas, direto com os institutos de pesquisa, pois, se depender do governo federal, a situação da vacina para toda a população poderá demorar mais de anos, afirma diversos governadores e prefeitos.


A partir deste instante, os governos estão se organizando em consórcios para adquirir as vacinas, portanto, provável que agora em poucos dias a situação das vacinas seja mais acelerada, acredita alguns prefeitos.


Atualmente, Mato Grosso registra 244.610 casos e 5.694 mortes por covid-19, todavia, o número de contaminados e mortes vem aumentando, existe em torno de 322 internações em UTIs públicas e 328 em enfermarias públicas; a taxa de ocupação está em torno de 72% para UTIs adulto e em 37% para enfermarias.


Enquanto isso, as vacinas, a primeira remessa do governo federal foi de 65 mil doses da vacina contra a Covid-19 que chegou em meados de janeiro, o Imunizante Coronavac foi distribuído pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), aos 14 polos regionais, que fizeram a distribuição aos municípios.


E chegaram outras pequenas remessas sempre em menores quantidades do que a primeira, sendo que hoje chega ao estado de Mato Grosso mais 21 mil doses da AstraZeneca.


Portanto, sempre vindo em pequenas quantidades, resultando em poucas doses para cada um dos 141 municípios do estado, resultando em alto valor de transporte para poucas vacinas, comenta alguns responsáveis.


Por: Maurilio Trindade Aun com assessoria

AudioLivros & Vídeo

Saúde em Foco

Projetar e Construir

Finanças e Contabilidade

Guia Digital de Aripuanã

Guia Digital de Brasnorte

Guia Digital de Castanheira

Guia Digital de Cotriguaçu

Guia Digital de Colniza

Guia Digital de Juína

Guia Digital de Juara

Guia Digital de Juruena

Guia Digital de Itanhangá

Guia Digital de Porto dos Gaúchos

Guia Digital de Novo Horizonte do Norte

Guia Digital de Tabaporã

Logo Site Projetar e Construir.jpg
LOGO FINANÇAS E CONTABILIDADE.jpg
LOGO SAÚDE EM FOCO.jpg
Logo_AgroNegócio_&_Veterinária_Miniatura
Logo Moda & Tecnologia Miniatura.png
Logo Educação Política miniatura.jpg

Empresas em Destaque

1/6

1/1

1/1

1/1

1/3